Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Ministério Público faz vistoria em 14 museus em Santa Catarina

Ação que conta com apoio de outros órgãos faz parte de força-tarefa nacional impulsionada após o incêndio do museu no Rio de Janeiro

Redação ND
Florianópolis
23/10/2018 às 11H19

Após o incêndio no Museu Nacional, no Rio de Janeiro, que trouxe prejuízos patrimoniais ao país, uma força-tarefa foi alinhada nacionalmente para vistoriar as demais unidades no Brasíl. O Ministério Público começou a ação nesta segunda-feira (22). O órgão conta com a participação de outras instituições que atuam na proteção do patrimônio público. Ao menos 14 undiades devem ser vistoriadas até 7 de novembro. 

Bombeiros controlaram incêndio no Museu Nacional por volta das 2h da madrugada desta segunda-feira -  Dhavid Normando/Futura Press/Folhapress
Bombeiros controlaram incêndio no Museu Nacional por volta das 2h da madrugada desta segunda-feira - Dhavid Normando/Futura Press/Folhapress

''Ações em cooperação são fundamentais para a obtenção de resultados producentes na proteção do patrimônio histórico-cultural. O grupo materializa essa realidade na forma de uma atuação conjunta em diversos municípios pelo Estado", ressaltou o coordenador do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente (CME), promotor Paulo Antonio Locatelli.

Os museus que serão vistoriados em Santa Catarina estão registrados no Cadastro Catarinense de Museus, mantido pela Fundação Catarinense de Cultura. A lista é baseada em levantamento do(  GPHC) Grupo Especial de Defesa do Patrimônio Histórico e Cultural, divulgado em 17 de outubro. Entre as instituições selecionadas, estão o Museu Anita Garibaldi, em Laguna, o Museu de Arte Catarinense, em Florianópolis, o Museu Willy Zumblick, em Tubarão, e o Museu Nacional do Mar, em São Francisco do Sul.

Em nível nacional, a ação envolve unidades do Ministério Público estadual de 15 estados brasileiros, mais o Ministério Público Federal. Em Santa Catarina, a ação envolverá a Fundação Catarinense de Cultura, o Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Conselho Regional de Museologia da 5ª RegiãoPR/SC, o Copo de Bombeiros Militar Estadual e outras entidades ligadas ao tema e integrantes do grupo.

A ação começou a ser articulada após o incêndio que assolou o Museu Nacional, no Rio de Janeiro, com a perda de grande parte do acervo e destruição da edificação e fez desaparecer importantes vestígios da nossa pré-história, da história e da construção da identidade de nosso País.

Em setembro, o MPSC apresentou aos integrantes do grupo uma análise de dados que evidenciam o catálogo de todos os bens tombados pelo Estado.

Confira a lista dos museus que serão vistoriados

Museu Histórico Emílio da Silva (Jaraguá do Sul) - 22/out
Museu da Paz (Jaraguá do Sul) - 22/10 
Museu Anita Garibaldi (Laguna) - 24/10 
Museu Willy Zumblick (Tubarão) - 24/10 
Museu Comunitário Almiro Theobaldo Muller (Itapiranga) - 25/10
Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (Florianópolis) - 25/10 
Museu de Arte de Santa Catarina (Florianópolis) - 25/10 
Museu Paleo-Arqueológico e Histórico Perfeito Bertoldo Jacobsen (Taió) - 26/10
Museu de Armas Major Lara Ribas (Florianópolis) - 26/10
Museu do Homem do Sambaqui Pe. João Alfredo Rohr (Florianópolis) - 26/10 
Museu Nacional do Mar (São Francisco do Sul) - 30/10 
Museu do Patrimônio Histórico de Três Barras (Três Barras) - 31/10 
Museu Colonização Prof.Francisco Serafim Guilherme Schaden (São Bonifácio) - 31/10
Museu Histórico Thiago de Castro (Lages) - 07/11

Publicidade

1 Comentário

Publicidade
Publicidade