Publicidade
Quarta-Feira, 26 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 19º C

Ministério da Integração Nacional sinaliza com R$ 10 mi para recuperação de Florianópolis

Prefeito Gean Loureiro foi a Brasília buscar os recursos em função do reconhecimento da situação de emergência que atingiu diretamente 35 mil pessoas e causou um prejuízo superior aos R$ 54 milhões

Michael Gonçalves
Florianópolis
24/01/2018 às 18H39

O prefeito Gean Loureiro (MDB) esteve em Brasília (DF) nesta quarta-feira (24) reunido com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho (MDB), que sinalizou com recurso resposta de R$ 10 milhões para recuperar os estragos da enxurrada, em Florianópolis. Desde o início do mês, a Capital registrou um volume de precipitação superior aos 631 mm, segundo o meteorologista Ronaldo Coutinho. Segundo a Defesa Civil, a chuva afetou diretamente 35 mil pessoas, resultando na morte de dois homens, deixando 18 feridos, centenas de desalojados e dezenas de desabrigados, entre os dias 10, 11 e 12 de janeiro. O prejuízo estimado no município é superior aos R$ 54 milhões.

Gean Loureiro encaminhou à Câmara de Vereadores projeto de lei para transformar a Comcap em uma autarquia - Flávio Tin/ND
Gean Loureiro foi a Brasília buscar os recursos em função da situação de emergência que atingiu diretamente 35 mil pessoas - Flávio Tin/ND



A liberação do recurso emergencial deve acontecer na próxima semana. “Demos uma resposta imediata a toda a população e agora estamos buscando recursos para viabilizar a recuperação da cidade. Já apresentamos o plano de trabalho com o reconhecimento federal da situação de emergência e no encontro com o ministro tivemos uma das maiores liberações do Brasil com o recurso inicial de R$ 10 milhões. O ministro deve ir a Florianópolis na próxima semana assinar a liberação dos recursos”, comentou o prefeito

Também participaram da audiência o secretário Nacional de Defesa Civil, coronel Renato Newton Ramlow, o senador Dário Berger (MDB) e o diretor da Defesa Civil de Florianópolis, Luiz Eduardo Machado. Nesta quinta-feira (25), os técnicos da Defesa Civil Nacional irão vistoriar algumas áreas em Florianópolis para definir a necessidade de mais recursos para uma segunda etapa.

O dinheiro que será liberado de forma emergencial será direcionado para a reconstrução de sete pontes (quatro no Ratones, duas na Vargem Grande e uma no Monte Verde), além da recuperação de ruas no Morro do Quilombo e Monte Verde e a locação de maquinário para intervenções nos bairros.

Nesta sexta (26), o prefeito se reúne novamente com a Caixa Econômica Federal pra definir a logística de liberação do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para as vítimas da enxurrada. A previsão é de iniciar o cadastramento na segunda quinzena de fevereiro para liberar em março de 2018. Quem realizou um saque nos últimos 12 meses estará impedido de resgatar.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade