Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Maternidade do Hospital Regional de São José registra queda no número de cesarianas

Dos 620 partos registrados em janeiro e fevereiro, 388 foram normais e 232 foram cesáreas

Redação ND
Florianópolis
07/05/2018 às 07H56

O índice de partos normais na maternidade do Hospital Regional de São José foi maior do que os realizados por cesariana nos dois primeiros meses deste ano. Dos 620 partos registrados em janeiro e fevereiro, 388 foram normais e 232 foram cesáreas. Em 2017, a instituição fechou o ano com índice inferior a 35% nos partos por cesárea, sendo que a média nacional contabilizada em entidades públicas e privadas ficou em 55%.

Em 2017, a instituição fechou o ano com índice inferior a 35% nos partos por cesárea - Jaqueline Noceti/Secom/Divulgação/ND
Em 2017, a instituição fechou o ano com índice inferior a 35% nos partos por cesárea - Jaqueline Noceti/Secom/Divulgação/ND


O diretor da maternidade da unidade, Rodrigo Dias Nunes, explica que a instituição vem seguindo as recomendações do Ministério da Saúde e da OMS (Organização Mundial da Saúde) que buscam uma redução do número de cesáreas. “Seguimos as orientações nacional e internacional para alcançarmos os índices preconizados por estas instituições. Nossa equipe médica e multiprofissional está sempre voltada para explicar e conscientizar as famílias quanto aos riscos de uma cesárea desnecessária”, comentou o médico.

Em fevereiro deste ano, a OMS emitiu novas diretrizes para estabelecer padrões de atendimento globais para mulheres grávidas saudáveis e reduzir intervenções médicas desnecessárias. A instituição recomenda que as equipes médicas e de enfermagem não interfiram no trabalho de parto de uma mulher de forma a acelerá-lo, a menos que existam riscos reais de complicações.

Publicidade

1 Comentário

Publicidade
Publicidade