Publicidade
Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 18º C

Maré alta causa alagamento em rodovias de Florianópolis nesta sexta-feira

Segundo a Epagri/Ciram, o fenômeno acontece devido à influência da maré astronômica e dos ventos do quadrante Sudoeste e Sul, que provocam empilhamento da água marinha na costa

Redação ND
Florianópolis
10/08/2018 às 18H13
A SC-405, no Rio Tavares, Sul da Ilha, ficou alagada durante a tarde - Reprodução/Pista Limpa
A SC-405, no Rio Tavares, Sul da Ilha, ficou alagada durante a tarde - Reprodução/Pista Limpa


A maré alta causou transtornos em Florianópolis na tarde desta sexta-feira (10), quando a água invadiu a pista na SC-405, na avenida da Saudade e na rodovia Governador Gustavo Richard, em Florianópolis. Segundo a Epagri/Ciram, o fenômeno acontece devido à influência da maré astronômica e dos ventos do quadrante Sudoeste e Sul, que provocam empilhamento da água marinha na costa. A condição deve continuar até o domingo (12).

A meteorologista da Epagri/Ciram Laura Rodrigues explicou que o nível da água está ainda maior devido a influência tanto da maré astronômica, em função da fase da Lua, quanto da maré meteorológica. “A mesma condição que favorece a neve, favorece a ressaca forte e a maré alta na costa”, disse. Também está prevista a incidência de ondas de 2,0 a 2,5 m próximo ao Litoral neste fim de semana.

“A gente tem a Lua Nova entrando neste sábado. Três dias antes e três dias depois da virada da Lua Cheia e da Lua Nova acontece a amplitude de maré”, contou o oceanólogo Argeu Vanz. Segundo ele, a partir de domingo a condição deve melhorar e pode ser que até lá a intensidade do fenômeno diminua.

A Epagri/Ciram informou que os horários mais prováveis dos alagamentos coincidirão com os picos de maré alta, previstos para a madrugada e o meio tarde nas localidades de Itapoá, Ilha da Paz, São Francisco do Sul, Balneário Camboriú, Florianópolis, Imbituba e Passo de Torres.

Publicidade

1 Comentário

Publicidade
Publicidade