Publicidade
Quinta-Feira, 22 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 19º C

Manifestações contra o governo já acontecem em diversas cidades brasileiras

Em Florianópolis, mobilização está marcada para as 16h no Ticen

Redação ND
Florianópolis

Atualizado às 15h20

 

As manifestações contra o governo da presidente Dilma Rousseff marcadas para este domingo já estão acontecendo em diversas cidades brasileiras. Em São Paulo, o maior ato do país ainda acontece e ocupa a Avenida Paulista com aproximadamente 580 mil pessoas. Em Belo Horizonte, 24 mil manifestantes compareceram ao ato. Em Brasília o número foi ainda maior e chegou a 45 mil pessoas na Esplanada dos Ministérios. Em Florianópolis, a mobilização acontece às 16h.

Marcelo Camargo/Agência Brasil
Em São Paulo, ato reunia 580 mil pessoas às 15h

Em São Paulo, o ato iniciou às 15h e reúne aproximadamente 580 mil pessoas, segundo estimativa da PMSP, na Avenida Paulista, que se encontra fechada nos dois sentidos. Os manifestantes se concentram principalmente em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp).

Na capital federal, a Polícia Militar do Distrito Federal estima que 45 mil pessoas participaram do ato na Esplanada dos Ministérios. No início, os grupos se dispersavam por diversos pontos, mas próximo às 12h já acontecia um deslocamento massivo para frente do Palácio do Congresso Nacional. A dispersão ocorreu por volta das 13h, após quatro horas de manifestação.

Em Belo Horizonte, a concentração de pessoas começou às 9h30. A manifestação acontece na Praça da Liberdade, local tradicional para manifestações na capital mineira e reuniu 24 mil pessoas. Após as 13h, a maioria dos manifestantes se dispersaram, mas grupos menores caminharam para a Praça Sete e também para a Praça Savassi. A PM acompanhou o ato e não teve registros de violência.

Já no Rio de Janeiro, onde milhares de pessoas se concentram na orla de de Copacabana, um jovem foi hostilizado por mostrar um cartaz pedindo uma intervenção militar. O rapaz foi muito vaiado e chegou a ser acusado de ser "infiltrado do PT" na manifestação, mas não ocorreu qualquer agressão física.

Brasileiros fora do país também se manifestaram. Em Londres, um grupo de 60 pessoas enfrentou o frio e foi às ruas da capital inglesa com cartazes em português e inglês manifestando apoio ao movimento. Já em Lisboa, cerca de 50 pessoas participaram do ato organizado pelas redes sociais. Na capital portuguesa, os organizadores pediram para que os brasileiros pendurassem bandeiras do país em solidariedade ao movimento.

Em Florianópolis, o ato está marcado para as 16h. A concentração acontecerá em frente ao Terminal de Integração do Centro. Depois, os manifestantes caminharão pela Avenida Beira-mar Norte até a altura do prédio da Polícia Federal.

Com informações da Agência Brasil

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade