Publicidade
Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 17º C

Enfermeiros fazem protesto em frente ao Hospital Florianópolis

A categoria reivindica o piso salarial nacional, formação continuada e aposentadoria especial.

danielpaulus
Florianópolis

Uma manifestação nacional de enfermeiros pela regulamentação da jornada de trabalho de 30h semanais movimenta as capitais do país nesta terça-feira (9). Em Florianópolis o protesto acontece desde as 9h em frente ao Hospital Florianópolis, no Estreito. 

O protesto no hospital também apoia o ato contra a privatização da Saúde em Santa Catarina. Além da jornada de 30h semanais para a categoria, também reivindica o piso salarial nacional (PL 4924/2009), formação continuada (PL 4868/2012) e aposentadoria especial. 

A categoria reivindica a aprovação do Projeto de Lei 2295/2000, que já foi aprovado no Senado e nas Comissões da Câmara dos Deputados, mas até o momento não foi votado. Em Brasília, os manifestantes estão na frente da Câmara dos Deputados, munidos de cartazes que pedem para que os deputados federais incluam o projeto na ordem do dia para votação. 

“Os profissionais de Enfermagem lidam diretamente com vidas; têm, portanto, uma responsabilidade imensurável. Estão presentes nas 24h do dia e nos 365 dias para assistência aos usuários e precisam de condições adequadas de trabalho. Tanto a Organização Internacional do Trabalho (OIT) quanto a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendam a jornada de 30h como a mais adequada para que os profissionais de saúde possam prestar uma assistência segura”, diz a presidente do Conselho Regional de Enfermagem de Santa Catarina, Felipa Amadigi.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade