Publicidade
Sexta-Feira, 14 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 31º C
  • 22º C

Mais de 4 milhões de trabalhadores têm até sexta para sacar cota do PIS/Pasep

Na Caixa Econômica, responsável pelo pagamento do PIS, cerca de 4 milhões de pessoas ainda não fizeram o resgate de R$ 5,3 bilhões

Folha de São Paulo
São Paulo (SP)
24/09/2018 às 11H59

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Aproximadamente 4,5 milhões de cotistas do PIS/Pasep ainda não sacaram os valores disponibilizados para beneficiários com menos de 60 anos de idade, segundo Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil. O prazo para realizar a retirada termina na próxima sexta-feira, dia 28 de setembro. O valor disponível para esses trabalhadores é de R$ 5,95 bilhões.

Na Caixa Econômica, responsável pelo pagamento do PIS, cerca de 4 milhões de pessoas ainda não fizeram o resgate de R$ 5,3 bilhões. O Banco do Brasil, que paga o Pasep, ainda guarda R$ 649 milhões de 477 mil cotistas com até 59 anos de idade.

Tem direito às cotas do PIS/Pasep quem trabalhou com carteira assinada ou foi servidor público entre 1971 e 4 de outubro de 1988 e que ainda não fez o saque.

Pagamento boleto  - Marcos Santos/USP Imagens
Valor disponível para trabalhadores é de R$ 5,95 bilhões - Marcos Santos/USP Imagens


O beneficiário que não realizar a retirada no prazo não perde o dinheiro, mas só voltará a ter direito ao saque quando atingir algum dos requisitos previstos em lei, como ao completar 60 anos de idade ou se aposentar.

Parte dos beneficiários que são correntistas da Caixa, Banco do Brasil e de oito bancos privados que fizeram acordo com o governo tiveram o dinheiro transferido diretamente para suas contas, segundo o Ministério do Planejamento.

Falhas cadastrais, porém, impediram a transferência para cerca de 5 milhões dos 6,5 milhões de clientes de bancos privados com direito ao benefício.

Cidadãos interessados em saber se têm direito ao recurso devem consultar as páginas na internet da Caixa e do Banco do Brasil ou ir diretamente às agências desses bancos. É preciso levar um documento oficial com foto.

 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade