Publicidade
Terça-Feira, 20 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Maior hacker do Sul do Brasil é preso em apartamento de luxo em Balneário Camboriú

Rodines Miranda Peres já teria roubado mais de R$ 10 milhões em crimes virtuais

Redação ND
Florianópolis
22/02/2017 às 11H52

O homem identificado pela polícia como o maior hacker do Sul do Brasil foi preso em Balneário Camboriú na segunda-feira (20). Rodines Miranda Peres, 42, tem condenação por cometer crimes na internet e era procurado pela justiça. Com os golpes, ele já teria roubado mais de R$ 10 milhões. Segundo a polícia o homem estava montando um apartamento de luxo no Litoral Catarinense quando foi preso.

Rodi, como é conhecido, foi um dos primeiros hackers do Brasil. Ele foi preso pela primeira vez em Blumenau, em 1999. Ele é acusado de roubar senhas e praticar golpes em pelo menos cinco Estados: Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minhas Gerais, Distrito Federal e Paraná.

Em 2012, Rodi chegou a ser preso na operação “Cracker”, da Polícia Civil. Ele era suspeito de praticar golpes contra instituições bancárias e no comércio de Curitiba (PR). De acordo com a polícia, o hacker age há mais de 10 anos e já tem uma condenação por estelionato. Ele ainda responde a mais de 15 processos.

A prisão foi feita pelo grupo especial de capturas da Polícia Federal de Itajaí. Rodi estava sozinho em um apartamento na rua 601 em Balneário Camboriú e se apresentou com o nome falso de Rodines Barcelos da Cruz. Segundo a polícia, ele morava na Grande Florianópolis, mas começou a montar um apartamento em Balneário.

Em sua página pessoal no Facebook, o hacker ostentava a vida de milionário, divulgando fotos em casas noturnas e dirigindo carros de luxo.

 

Com informações da repórter Juliana Senne, da RICTV em Itajaí

 

Publicidade

3 Comentários

Publicidade
Publicidade