Publicidade
Domingo, 15 de Julho de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 13º C
  • #TORCIDANDA final da Copa entre França e Croácia é o centro da atenção do planetaMAIS COPA

Mãe de jovem envolvido em sequestro de helicóptero lamenta o crime

Em entrevista à RICTV Record, ela afirmou que desconhecia o envolvimento de Daniel da Silva, o único sobrevivente da queda da aeronave, com organizações criminosas

Redação ND
Florianópolis
19/03/2018 às 21H27

A mãe de um dos suspeitos de ter sequestrado o helicóptero que caiu em Joinville, no dia 8 de março, falou com exclusividade com a RICTV Record. Abalada, a mãe do único sobrevivente disse que só conseguiu visitar o filho no hospital uma vez desde o acidente. Daniel da Silva, de 18 anos, permanece internado em estado grave no Hospital São José, em Joinville, com queimaduras de segundo e terceiro grau.

Mãe de Daniel da Silva é grata aos populares que resgataram o filho - Reprodução RICTV/Divulgação/ND
Mãe de Daniel da Silva é grata aos populares que resgataram o filho - Reprodução RICTV/Divulgação/ND


Roseli de Oliveira lamenta a dificuldade em conseguir entrar na unidade de saúde, onde policiais vigiam o leito. Um mandado de prisão preventivo para Daniel foi emitido pela justiça. "Ele está lá deitado, todo queimado, inchado e entubado", disse. Segundo a servente de limpeza, o filho está em coma induzido e a família está sendo amparada pela Defensoria Pública.

No dia da ocorrência, Roseli estava trabalhando. Na ocasião, Daniel almoçou em casa e disse às irmãs que sairia para resolver um assunto rápido, mas voltaria para ajudar nas tarefas domésticas. Depois disso, a família não teve mais notícias do jovem.

Daniel, que estava desempregado, tem outros seis irmãos e é pai de um menino de um ano e três meses. Para não deixar o neto passar necessidades, é Roseli quem paga a pensão da criança. À equipe da RICTV, ela disse desconhecer qualquer tipo de envolvimento do filho com organizações criminosas. “Jamais ele ia ficar ligado com esses negócios aí, eu sempre estava dando conselhos para ele, falando que não vale a pena [se envolver com] essas coisas”, afirmou. Emocionada com o ocorrido, ela se diz grata aos dois populares que socorreram o filho após o acidente.

Entenda o caso

Daniel e Ivan Alexsander Zurman Ferreira são suspeitos de sequestrar o helicóptero da empresa Avalon, que prestava serviços terceirizados para o parque Beto Carrero World, em Penha. O voo, de 50 minutos, custou R$ 3.100 e foi pago em dinheiro. A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) sinalizou que a empresa de táxi aéreo deveria ter formalizado um contrato de voo com a dupla. Na aeronave estavam ainda o piloto Antônio Mário Aguiar e o auxiliar de pista Bruno Siqueira.

A Polícia Federal investiga o caso e tenta descobrir se o plano era o resgate do preso Paulo Henrique Artmann dos Santos, conhecido como “Calango”. Após o ocorrido, o detento preso por tráfico de drogas, que estava na Penitenciária Industrial de Joinville, foi transferido para Criciúma, no Sul do Estado. Antes da queda, testemunhas ouviram disparos de arma de fogo, o que levanta a hipótese de uma possível discussão.

Com informações da RICTV Record.

Publicidade

4 Comentários

Publicidade
Publicidade