Publicidade
Terça-Feira, 18 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Luiz Carlos Prates é o novo integrante contratado pelo Grupo RIC

Jornalista consagrado espera contribuir com sua energia e paixão pelo humanismo e terá participação nas plataformas de televisão, jornal e internet do Grupo

Andréa da Luz
Florianópolis
20/04/2018 às 22H16

Uma alma com paixão. A frase simples define a energia de Luiz Carlos Prates, jornalista, comentarista e palestrante que passa a fazer parte do Grupo RIC. Nascido em Santiago (RS), esse veterano da palavra pratica o jornalismo há 58 anos mantendo uma incrível disposição para enfrentar novos desafios. "Venho com nova energia para este reinício e novos desafios".

Disposição essa que começou lá atrás, no final dos anos 50, quando se apaixonou pela profissão. "Foi a histeria dramática de um narrador de futebol no rádio, na Copa de 58, que me fez querer ser jornalista. Eu queria ser aquele narrador", conta.

Luiz Carlos Prates é o novo contratado do Grupo RIC - Flávio Tin/ND
Luiz Carlos Prates é o novo contratado do Grupo RIC - Flávio Tin/ND


Despertada a paixão, começou a tentar alguns trabalhos, participou de show de calouros, sendo recusado várias vezes. Até que em 1960 conseguiu emprego como narrador esportivo na Rádio Porto Alegre. E narrou jogos de futebol por 25 anos, tornou-se comentarista esportivo, apresentador e colunista em jornais e telejornais, em várias emissoras no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Em 1967, iniciou como repórter da Voz da América - emissora oficial dos Estados Unidos - no Brasil onde atuou por cinco anos. "Lá eu aprendi, com os americanos, que a gente sempre tem que lutar pelo primeiro lugar, esse é o objetivo, ser o melhor".

O amor pela profissão é tanto que muitas vezes a vida pessoal teve que esperar. Até o próprio casamento. "Cheguei atrasado na igreja porque estava fazendo a cobertura de uma prova de natação no Grêmio Náutico gaúcho", relembra. "E essa foi a fase mais desgastante porque naquela época narradores esportivos viajavam muito para acompanhar as partidas e jogos, meus filhos eram pequenos... mas quando minha esposa me conheceu, eu já fazia isso", pondera.

Luiz Carlos Prates é casado e tem duas filhas e um filho. No trato com as pessoas é muito sereno, gentil e acolhedor, mas muitas coisas o deixam furioso, fazendo com que exploda durante seus comentários. "A desonestidade, as segundas intenções, o oportunismo, pessoas que acham que todos são otários e podem ser enganados, pessoas que jogam com sua pequenez tentando o engrandecimento que na verdade ofende, esse tipo de ação com esse tipo de gente, não! Comigo não passa", explica.

Prates terá participação em diversos veículos do Grupo RIC - Flávio Tin/ND
Os comentários de Prates farão parte de diversos veículos do Grupo RIC - Flávio Tin/ND


Sua simpatia e disposição em ouvir parecem não condizer com o homem inflamado em suas convicções que aparece na TV, mas ele diz que essa paixão é a única forma de convencer as pessoas.  "Paixão é ter envolvimento com uma ideia, com uma proposta de vida. Se você tiver isso e for natural, as pessoas vão te ouvir", dispara. "O que a gente costuma ver em palestras é muita piadinha, as pessoas riem muito, mas não levam nenhuma reflexão. Eu entro batendo, não chamo ninguém de maravilhoso, mas as pessoas me aplaudem".

Embora se considere da velha guarda, de estilo conservador, cativa públicos de todas as faixas etárias, mesmo dispensando o uso de recursos tecnológicos em suas palestras. Parece um paradoxo, mas os jovens o aplaudem de pé. Como ele consegue? Como se 'conecta' com esse público jovem, hiperconectado dos tempos atuais? O segredo, reflete Prates, é a paixão, a flama de tentar mudar o que está errado. "Mas quem sou eu para tentar mudar o erro dos outros? Ora, sabemos que existe um certo e um errado, todo mundo sabe disso, mas se esquecem, esquecem do respeito uns com os outros e de tantas coisas básicas", diz.

Ele é provocador e sagaz, mexendo com o público que o acompanha no rádio, na televisão, nas mídias sociais ou nas palestras que faz pelo país afora, com suas opiniões diretas e muitas vezes polêmicas. "As pessoas podem gostar ou não do que eu digo, mas indiferentes elas não ficam", afirma. E ele mesmo escolhe os temas. "Gosto do humanismo, de temas que tratam da família, 
da escola, dos aborrecimentos, enfim, do cotidiano".

Prates foi recebido na redação da RICTV Record nesta sexta-feira - Flávio Tin/ND
Prates foi recebido na redação da RICTV Record nesta sexta-feira - Flávio Tin/ND


Prates também é formado em Psicologia, outra área que estudou com paixão e traz muito desse conhecimento para o cotidiano e o jornalismo. "Eu nunca ganhei um tostão como psicólogo, mas uso diariamente o que aprendo lendo, sublinhando e recortando coisas que acho interessante e relevantes que podem ajudar no meu trabalho".

Esse trabalho é amplificado nas redes sociais, especialmente no Facebook onde tem mais de 7 mil seguidores, e no Youtube (mais de 9 mil seguidores), onde seus comentários podem chegar a mais de 40 milhões de visualizações. A filha e assessora do  jornalista, Sheila Prates, é quem coordena esse trabalho nas redes sociais, que tem tudo para se amplificar nessa nova etapa profissional.

Confira algumas imagens da carreira do jornalista: 

Luiz Carlos Prates - Arquivo pessoal/Divulgação/Redação ND
Luiz Carlos Prates - Arquivo pessoal/Divulgação/Redação ND

Luiz Carlos Prates - Arquivo pessoal/Divulgação/Redação ND
Luiz Carlos Prates - Arquivo pessoal/Divulgação/Redação ND

Luiz Carlos Prates - Arquivo pessoal/Divulgação/Redação ND
Luiz Carlos Prates entrevista Pelé - Arquivo pessoal/Divulgação/Redação ND

Luiz Carlos Prates na TV Record em 1998 - Arquivo pessoal/Divulgação/Redação ND
Luiz Carlos Prates na TV Record em 1998 - Arquivo pessoal/Divulgação/Redação ND










Publicidade

18 Comentários

Publicidade
Publicidade