Publicidade
Terça-Feira, 20 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Ladrão que furtava casas de madrugada, na região da Lagoa, é preso em Florianópolis

Ronaldo Pereira Siqueira, 31, é apontado em vários furtos no Canto da Lagoa e no Porto da Lagoa. Ele foi detido após furtar mochila de um hóspede de um hostel e tentar fugir de bicicleta

Colombo de Souza
Florianópolis
24/04/2018 às 09H39

Depois de furtar uma mochila contendo roupas de um hóspede de um hostel do Porto da Lagoa, em Florianópolis, Ronaldo Pereira Siqueira, 31, foi perseguido por funcionários do estabelecimento comercial e correu até uma farmácia, onde subiu em uma bicicleta para continuar a fuga, mas não obteve êxito: foi detido e entregue para uma guarnição do 4º BPM (Batalhão da Polícia Militar). Siqueira é natural de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, e não tinha residência fixa em Florianópolis.

Ele é apontado em vários outros furtos de casas na Lagoa da Conceição. Levado para a Central da Agronômica, no bairro Trindade, Siqueira foi autuado em flagrante por furto e encaminhado à audiência de custódia. 

Segundo as vítimas, o suspeito agia de madrugada, entre as 2h30 e 3h. “Ele entrava na casa com as pessoas dormindo. Eu fui uma das primeiras vítimas”, contou uma moradora de 42 anos que foi uma das vítimas e que pediu para não ser identificada. Ela disse que o furto ocorreu no dia 4 de abril. “Naquela madrugada, ouvi um barulho. Pensei que fosse minha cachorra e fiquei deitada. Somente de manhã percebi o furto de um sabonete e de R$ 1,5 mil”.

A vítima mora no Porto da Lagoa e disse que vizinhos também foram alvos do ladrão. “Um amigo acordou com o barulho e deu de cara com o suspeito fugindo na escuridão”. A mulher se queixou que não conseguia dormir tranquila com medo de ele retornar, mas agora está mais aliviada com a prisão do homem.

De acordo com um policial da central da Agronômica, cópia do flagrante será encaminhada para a 10ª DP da Lagoa, onde há vários boletins de furto contra Siqueira, para o delegado instaurar inquérito policial.

Publicidade

5 Comentários

Publicidade
Publicidade