Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Laboratório da UFSC disponibiliza sementes de ostras excedentes para venda aos produtores

Valor arrecadado é utilizado para a manutenção da unidade, pioneira na produção comercial de sementes de ostras em laboratório no Brasil

Redação ND
Florianópolis
18/05/2018 às 11H27

As sementes de ostras do pacífico excedentes produzidas pela unidade de pesquisa, extensão e ensino do LMM (Laboratório de Moluscos Marinhos), que integra o Departamento de Aquicultura do CCA (Centro de Ciências Agrárias) da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) estão disponíveis para a comercialização para os produtores cadastrados. O lote de 1.240.000 sementes diplóides será vendido ao valor de R$ 20 o milheiro.

Florianópolis é a capital nacional da maricultura e são poucos os produtores que possuem o selo de qualidade - Flávio Tin/ND
A ostra do pacífico, em particular, depende da produção de sementes em laboratório no Brasil - Flávio Tin/ND


“A gente precisa de uma determinada quantidade para o ensino e a pesquisa da espécie. Essas atividades acabam gerando uma produção excedente, que é comercializada. Aí, entra a parte da extensão, quando o laboratório devolve o investimento para a sociedade”, conta o técnico administrativo do LMM, Luiz Ricardo da Silva.

Luiz explica que há uma lista de espera com produtores, que devem ser cadastrados na Cidasc (Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina). Ao longo do ano, conforme os lotes são produzidos, as sementes são entregues de acordo com a ordem da lista.

O valor do milheiro é baseado no histórico de custos do próprio LMM e no preço aplicado por um laboratório privado em Santa Catarina. O valor arrecadado com a venda da produção excedente é utilizado na manutenção do LMM, que foi pioneiro na produção comercial de sementes de ostras em laboratório no Brasil, em 1990.

De acordo com o laboratório, o cultivo de ostras, em particular a ostra do pacífico (Crassostrea gigas), depende da produção de sementes realizada em laboratório no Brasil. Embora haja desovas de adultos maduros em ambiente natural, não são produzidas sementes viáveis em nossa região.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade