Publicidade
Domingo, 16 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 31º C
  • 23º C

Itapema, Bombinhas e Porto Belo tem ruas alagadas, desabrigados e deslizamento de terra

Chuva transformou a madrugada dos moradores num verdadeiro tormento, com famílias sendo acordadas por vizinhos para levantar móveis e se proteger

Marcos Horostecki
Itapema
11/01/2018 às 14H34

A chuva transformou a madrugada dos moradores dos bairros Morretes,  Jardim Praiamar e Tabuleiro, em Itapema, no Litoral Norte, num verdadeiro tormento. Famílias foram acordadas por vizinhos às pressas para erguer os moveis e reduzir prejuízos. O mesmo aconteceu em Porto Belo. A região do bairro Perequê foi a mais atingida. Pelo menos 50 pessoas ficaram desalojadas e foram levadas para um abrigo montado pela prefeitura. O prefeito Emerson Stein (PMDB), decretou situação de emergência no município.

Ruas do bairro Morretes, em Itapema, no começo da manhã - Diego Durigon/Diário da Costa Esmeralda/Divulgação/ND
Ruas do bairro Morretes, em Itapema, no começo da manhã - Diego Durigon/Diário da Costa Esmeralda/Divulgação/ND


Além das casas, empresas de todos os tamanhos também foram prejudicadas. Os bairros estão entre mais populosos da região e tiveram praticamente todas as ruas alagadas. Os maiores estragos foram registrados nos arredores dos córregos que cortam a região. Em Itapema, a força da água também destruiu parte do calçadão em Meia Praia. Um prédio teve uma garagem invadida pela água perto da Meia Praia e todos os carros foram atingidos.

A situação começou a ficar crítica entre as 3h e as 4h, quando a chuva apertou e, o solo encharcado não suportou mais tanta água. A enchente durou até o amanhecer, quando a chuva deu uma trégua e a água baixou. Comerciantes, empresários e moradores trabalham limpando e contabilizando prejuízos. Equipes das prefeituras atuam na limpeza das ruas e córregos.

Chuva apertou de madrugada e invadiu residências - Divulgação/ND
Chuva apertou de madrugada e invadiu residências - Divulgação/ND


Entre Bombinhas e Porto Belo houve deslizamento de terra no único acesso entre as duas cidades. Máquinas de Porto Belo foram acionadas ainda de madrugada para desobstruir a via. Também em Bombinhas moradores Zimbros, Morrinhos, Sertãozinho, Canto Grande e Mariscal foram prejudicados pelo rompimento de uma adutora de água que atende a região. A concessionária, Águas de Bombinhas, trabalha desde a madrugada para restabelecer o sistema. Houve alagamentos nos bairros José Amândio, Bombas e Zimbros. Pelo menos três famílias estão desabrigadas. Elas estão abrigadas no CRAS e na escola Pequeno Príncipe. 

Publicidade

2 Comentários

Publicidade
Publicidade