Publicidade
Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 17º C

Intervenção artística Ocupa Antonieta quer discutir futuro de prédio abandonado na Capital

Previsto para este domingo, movimento chama a atenção para prédio que já abrigou o Colégio Dias Velho, a Escola Antonieta de Barros e a primeira exposição do Masc

Redação ND
Florianópolis
20/07/2018 às 22H34

Moradores, comerciantes, artistas e frequen­tadores da região Leste da praça 15 de Novembro participam neste domingo (22), das 13h às 20h, do mo­vimento Ocupa Antonieta, na rua Victor Meirelles, no Centro Histórico de Florianópolis. A ação prevê uma intervenção artística no prédio que já abrigou o Colégio Dias Velho, a Escola Antonieta de Barros e a primeira exposição do Museu de Arte de Santa Catarina, o Masc, em 1948. O prédio tombado pelo patrimônio histórico está fechado desde 2008 e é alvo constante de vandalismo.

Tombado, imóvel é alvo constante de vandalismo - Marco Santiago/ND
Tombado, imóvel é alvo constante de vandalismo - Marco Santiago/ND


O evento é um convite para que artistas façam uma ocupação artística na fachada, dialogando com pinturas, grafites, pixos e lambe lambes já exis­tentes. O movimento pede também por um calçadão na rua Victor Meirelles, que liga a praça 15 à ave­nida Hercílio Luz. Atualmente, o prédio serve como depósito e a quadra de esportes é usada como es­tacionamento pelos funcionários da Secretaria de Estado da Educação.

O imóvel foi cedido por 30 anos para sediar a Escola do Legislativo, mas não há sinais de recupe­ração. O movimento formará um grupo para pen­sar possíveis alternativas para o prédio. Além da in­tervenção artística, terá música, projeção de filmes, feijoada vegana para moradores de rua, criação de um pequeno jardim, consertos e ajustes gratuitos de bikes e orientação para ciclismo seguro. O evento é proposto pelo comerciante e fotógrafo Radji Schu­cman e pelo jornalista e produtor cultural Fifo Lima.

Publicidade

1 Comentário

Publicidade
Publicidade