Publicidade
Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 17º C

Incêndio no topo da Trump Tower, em NY, deixa feridos

A Trump Tower se tornou um local popular em Nova York para protestos anti-Trump

Folha de São Paulo
São Paulo
08/01/2018 às 15H09

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um incêndio de pequenas proporções atingiu o último andar da Trump Tower, em Manhattan nesta segunda-feira (8), deixando ao menos dois feridos, informou o Departamento dos Bombeiros de Nova York.

O presidente Donald Trump não estava no edifício, nem em Nova York, no momento do incêndio, mas em Washington. A Trump Tower se tornou um local popular em Nova York para protestos anti-Trump.

Um princípios de incêndio atingiu o último andar da Trump Tower - Drew Angerer/ GETTY IMAGES NORTH AMERICA/ AFP
Um princípios de incêndio atingiu o último andar da Trump Tower - Drew Angerer/ GETTY IMAGES NORTH AMERICA/ AFP


O incêndio elétrico começou por volta das 7h20 da manhã (10h20 em Brasília), e os bombeiros responderam quase que imediatamente. As chamas foram controladas rapidamente. Em um tuíte, o departamento informou que o fogo ocorreu no sistema de aquecimento, ventilação e ar condicionado, do prédio, alojado no teto.

A Trump Tower tem dois tetos, um mais baixo que abriga os equipamentos e outro que os cobre, disse o "The New York Times". Os feridos são um bombeiro que foi atingido pela queda de destroços e um engenheiro que inalou fumaça.

No Twitter, Eric Trump, filho do presidente, agradeceu o Departamento dos Bombeiros pelo rápido do trabalho. "O Departamento dos Bombeiros de Nova York estava aqui dentro de minutos e fez um trabalho incrível. Os homens e mulheres do #FDNY são verdadeiros heróis e merecem nossos mais sinceros obrigado e elogio!"

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade