Publicidade
Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 19º C

Incêndio em presídio do Rio Grande do Sul mata cinco detentos e fere outros sete

De acordo com a perícia, o fogo começou após presos juntarem fios de eletricidade expostos nos alojamentos

Folha de São Paulo
São Paulo (SP)
05/04/2018 às 20H34

DHIEGO MAIA

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um incêndio deixou ao menos cinco presos mortos e outros sete feridos na Penitenciária Estadual de Rio Grande, cidade a 334 km de Porto Alegre. Dois agentes penitenciários também se feriram. O fogo teve início por volta das 3h30 desta quinta-feira (5) e se alastrou pelos alojamentos 1 e 2 do prédio anexo ao presídio que abriga detentos do regime semiaberto.

Penitenciária Estadual de Rio Grande - Susepe/Divulgação/ND
Penitenciária Estadual de Rio Grande - Susepe/Divulgação/ND


O Instituto Geral de Perícias do Rio Grande do Sul já periciou o local e constatou que o incêndio foi criminoso. De acordo com o laudo, os detentos juntaram os fios de eletricidade expostos nos alojamentos e atearam fogo.

Bombeiros passaram a maior parte da madrugada combatendo as chamas, que foram controladas no início da manhã desta quinta. Os sobreviventes —presos e agentes— foram resgatados pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levados para a Santa Casa de Misericórdia da cidade. O estado de saúde deles não foi divulgado.

A unidade que abriga presos provisórios tinha capacidade para 120 detentos, mas, antes do incêndio, contava com 165 homens.

A Polícia Civil investigará as causas do incêndio. A Susepe (Superintendência dos Serviços Penitenciários), órgão do governo gaúcho que administra os presídios do estado, informou que também abriu uma investigação para identificar e aplicar medidas disciplinares contra os envolvidos.

Curto-circuito

No último domingo (1), um curto-circuito causou um princípio de incêndio no mesmo pavilhão da unidade prisional onde o fogo deixou mortos e feridos nesta quinta. As chamas foram controladas e naquela ocasião ninguém se feriu, informou a Susepe.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade