Publicidade
Terça-Feira, 18 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Centro de Eventos é inaugurado em Canasveiras, no Norte da Ilha

Camerata Florianópolis fez a primeira apresentação

Rafael Thomé
Florianópolis

O governo do Estado inaugurou na noite desta quarta-feira (25) o Centro de Eventos de Canasvieiras, no Norte da Ilha. O espaço de 17 mil metros quadrados foi construído ao custo de R$ 86 milhões para abrigar feiras e eventos. O auditório principal tem 3.500 lugares. Há praça de alimentação e cozinha industrial. A apresentação inaugural foi da Camerata Florianópolis.

“O Norte da Ilha queria um projeto que ajudasse a perenizar o turismo na região porque há o problema da sazonalidade. O Centro de Eventos se insere no contexto de mudança e qualificação que o Sapiens Parque está trazendo, com espaços de qualidade, empresas de alta tecnologia e empregos de boa remuneração”, afirmou o secretário estadual de Planejamento Murilo Flores.

Débora Klempous/ND
Centro de Eventos


O auditório principal pode ser dividido em sete salas com isolamento acústico. A maior tem 2.000 cadeiras e palco central. As outras seis comportam até 250 pessoas cada.

Durante a inauguração, o governador firmou consulta pública para a constituição de uma Sociedade de Propósitos Específicos entre Santur, Sapiens Parque e empreendedor privado para a gestão e operação do Centro de Eventos.

Até lá alguns ajustes deverão ser feitos, como a instalação de um acesso para pedestres. “Não há nada que impeça o funcionamento do Centro de Eventos. Nos próximos seis meses, o espaço ficará sob gestão da Santur, que deverá fazer alguns ajustes”, disse Flores.

Com o programa “Tributo à música popular brasileira”, a Camerata Florianópolis emocionou os presentes. Para Flores, proponente da apresentação, é importante valorizar cada vez mais a cultura catarinense.

“A Camerata representa toda a excelência da alta cultura e mostra que Florianópolis pode proporcionar eventos deste porte. Além disso, é mais um sinal das transformações que o Norte da Ilha está passando”, disse.

Mudança de nome

Inicialmente, o espaço se chamaria Centro de Eventos de Canasvieiras, mas acabou recebendo o nome do ex-governador Luiz Henrique da Silveira.

“O governador é uma referência para todos nós que moramos aqui, sejamos envolvidos com política ou não, porque ele dedicou a vida a Santa Catarina. Gostem dele ou não, esse é o reconhecimento de que ele foi uma pessoa que entrou para a história do Estado”, disse o secretário Murilo Flores.

Um dos motivos que levaram à mudança de nome do espaço diz respeito à idealização do projeto. Proposto pelo então governador Luiz Henrique, em 2008, o projeto previa uma arena multiuso, mas acabou sendo modernizado e transformou-se em um centro de eventos mais completo.

“É muito bem-vindo o nome dele, porque foi Luiz Henrique que determinou a construção. O governador Raimundo Colombo transformou naquilo que era viável e mais interessante para o Norte da Ilha, mas foi ele quem começou essa história. Se estivesse vivo, ele estaria muito feliz, inclusive com a Camerata, porque gostava muito de cultura”, contou o secretário.

CENTRO DE EVENTOS

Terreno: 33 mil m²

Área construída: 17 mil m², divididos em dois pavimentos e um mezanino

Mezanino: Salas de administração e almoxarifado

Andar térreo: 5.000 m² de área destinadas a feiras, praça de alimentação e cozinha industrial

Piso superior: Auditório principal com capacidade para 3.500 pessoas, camarins, auditório secundário com capacidade para 250 pessoas e boxes para alimentação

Investimento do governo do Estado: R$ 86 milhões, incluindo mobiliário

Investimento privado previsto ao longo dos próximos 20 anos: R$ 178 milhões para a instalação de um grande hall e centro de exposições, área de 20 mil m² para estacionamento, um hotel internacional e áreas de apoio ao complexo

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade