Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Imóveis no Campeche são multados por irregularidades na rede de esgoto

Na Rua Nivaldo Dias, a equipe de fiscalização encontrou identificou lançamento de efluentes na rede pluvial

Redação ND
Florianópolis
05/11/2018 às 21H36

Ao menos um edifício e dois condomínios foram notificados por irregularidades na rede de esgoto no Novo Campeche, no Sul da Ilha. Em um residencial, o responsável será intimado pelos órgãos sanitários e ambiental por meio da base de dados do cadastro imobiliário da prefeitura. A fiscalização que faz parte da Blitz Se Liga na Rede contou com a Vigilância em Saúde, equipes técnicas da Prefeitura de Florianópolis e da Casan. As informações são da prefeitura.

Blitz no Campeche - Prefeitura Municipal de Florianópolis/Divulgação
Blitz no Campeche - Prefeitura Municipal de Florianópolis/Divulgação

A situação mais complicada do dia foi encontrada na Rua Nivaldo Dias, onde foi identificado o lançamento de efluentes na rede pluvial. Foi lavrado o auto de intimação pela Vigilância Sanitária, que solicitou a apresentação do Habite-se Sanitário. Atendendo a uma denúncia do Ministério Público de Santa Catarina, os fiscais identificaram infiltração no sistema de tratamento de um condomínio na Rua Nicolau João de Abreu. Foi solicitado ao responsável que apresente a licença para o projeto de adequação, além da aprovação da alteração do projeto hidrossanitário e Habite-se Sanitário junto à Vigilância em Saúde.

Um terceiro imóvel, um residencial localizado na Rua Otávio Cruz, apresentou problemas de infiltração nas caixas de gordura e passagem de esgoto. Denunciado por moradores locais, o proprietário foi intimado a corrigir os problemas.

Segundo a prefeitura, uma dificuldade encontrada pelas equipes foi a obstrução da boca de lobo, que estava concretada e impedia a fiscalização. Para realizar a devida verificação, foi quebrada a calçada para que o caminhão de hidrojato da intendência pudesse dragar o material concentrado no poço.

Em quatro semanas de blitz, foram fiscalizados um shopping, oito edifícios, catorze condomínios, seis residências e dois estabelecimentos comerciais. Dos 31 imóveis visitados, apenas dois estavam em situação regular. Os demais tiveram processo administrativo aberto na Vigilância Sanitária e/ou Floram.

A blitz continua no Campeche até quarta-feira (7). Os imóveis fiscalizados nesta ação são escolhidos conforme histórico de denúncias e irregularidades contidos no banco de dados dos órgãos sanitário e ambiental e Casan.

Publicidade

2 Comentários

Publicidade
Publicidade