Publicidade
Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 18º C

IGP analisa conteúdo do celular do marido que matou a mulher grávida em Jaraguá do Sul

Justiça também pediu a conversão da prisão temporária de Marcelo Kroin, 38 anos, em preventiva

Redação ND, com informações da RICTV Record
Florianópolis
08/08/2018 às 17H50

A Justiça determinou uma perícia no celular do homem suspeito de matar a própria mulher, grávida de três meses, em Jaraguá do Sul. O IGP (Instituto Geral de Perícias) tem dez dias para analisar as últimas ligações e fazer a transcrição das mensagens dos aparelhos tanto de Marcelo Kroin, 38 anos, como também da mulher,

Marcelo Kroin foi preso pela morte da mulher, Andrea Araújo - Reprodução/Facebook
Marcelo Kroin foi preso pela morte da mulher, Andrea Araújo - Reprodução/Facebook



, 29 anos. O pedido de quebra de sigilo foi feito pelo MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) e é uma tentativa de esclarecer o caso.

Também foi feito um pedido para converter a prisão temporária de Kroin, que está no presídio de Jaraguá do Sul, em preventiva. Ele foi preso no domingo (5) pelo crime de feminicídio. Em depoimento à polícia, Kroin disse que o casal havia discutido no sábado após uma festa e que, durante a briga, deu um soco no rosto da esposa, que caiu no chão, bateu a cabeça e morreu.

Segundo informações da PM, o suspeito tentou esconder o corpo da mulher e estava com ele no carro, quando foi abordado pelas guarnições na residência denunciada.

Confira mais informações no Balanço Geral Joinville:

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade