Publicidade
Terça-Feira, 20 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

IFSC abre inscrições para processo seletivo do ensino médio técnico

No total, são oferecidas 1,2 mil vagas distribuídas em 29 cursos de 12 câmpus espalhados por Santa Catarina

Redação ND
Florianópolis
18/10/2017 às 11H49

O IFSC (Instituto Federal de Santa Catarina) recebe desde segunda-feira (16) as inscrições para o exame de classificação para o ensino médio técnico. Os candidatos têm até 6 de novembro para se inscrever, pela internet. Os cursos são destinados a quem está concluindo o ensino fundamental e quer começar em 2018 o ensino médio e o técnico juntos no IFSC.

No total, são 1,2 mil vagas distribuídas em 29 cursos dos câmpus Araranguá, Canoinhas, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Garopaba, Gaspar, Jaraguá do Sul, Joinville, São José, São Miguel do Oeste e Xanxerê.

A taxa de inscrição para o processo seletivo é de R$ 55, mas há possibilidade de isenção para candidatos de baixa renda, inscritos no CadÚnico (cadastro de programas sociais do governo federal) ou doadores de sangue. É necessário apresentar carteira de identidade e CPF para se inscrever.

Candidatos que não têm acesso à internet podem fazer sua inscrição em um dos 23 câmpus do IFSC, onde haverá computadores à disposição de segunda a sexta-feira, no horário de funcionamento do câmpus. O exame de classificação está marcado para 26 de novembro, com 10 questões de matemática e 10 de língua portuguesa.

Reserva de vagas

O IFSC adota reserva de metade das vagas no processo seletivo do ensino médio técnico para estudantes de escolas públicas. Dentro dessa reserva, há subdivisões por renda e raça.

Metade das vagas reservadas destina-se a estudantes de escolas públicas com renda bruta familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio por pessoa. Dessas vagas, 15,7% serão reservadas para pessoas que se declaram como PPI (pretas, pardas ou indígenas). Dentro da reserva para PPI, há destinação de 21,3% das vagas para pessoas com deficiência. O mesmo percentual se aplica às demais vagas (84,3%) que não são reservadas para PPI.

As mesmas regras valem para a outra metade de vagas reservadas, destinadas a estudantes de escolas públicas com renda familiar bruta superior a um salário mínimo e meio por pessoa. 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade