Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Homem sequestrado no Sul de SC é libertado após policial reconhecer quarto de motel

A vítima, de 50 anos, estava em cativeiro deste segunda-feira, em Criciúma, e foi resgatada pela polícia na noite desta quarta

Redação ND
Florianópolis
17/05/2018 às 19H12

Um homem de 50 anos, morador de Jaguaruna, no Sul de Santa Catarina, mantido em cativeiro desde segunda-feira (14), foi libertado na noite desta quarta-feira (16). Segundo a Polícia Civil, os quatro sequestradores mantiveram a vítima inicialmente em um motel, em Criciúma. O que facilitou a descoberta do cativeiro foi o fato de um policial identificar o quarto, pois já havia passado por lá.

O homem foi sequestrado quando estava em Araranguá, se preparando para retornar a Jaguaruna. Na ocasião, dois homens o abordaram em um Fiesta branco e o obrigaram a entrar no veículo. O grupo seguiu para um motel de Criciúma, onde alugou um quarto para manter a vítima presa. Ela foi amarrada em uma cadeira, sem direito a comida e água. De acordo com a polícia, os quatro sequestradores, que incluiam uma mulher, tinha idades entre 28 e 35 anos.

Foi então que começou a extorsão, por telefone. Os bandidos exigiram R$ 8 mil da família para que libertassem o homem. Apenas na quarta-feira a família contatou a polícia e relatou a situação. 

Quando os agentes chegaram ao motel, o sequestrado já havia sido levado para outra casa, no bairro Renascer. No entanto, dois suspeitos, detidos em um primeiro momento, indicaram o novo local de cativeiro.

A polícia descobriu, mais tarde, que a vítima e os suspeitos já se conheciam. O homem seria usuário de drogas e os sequestradores traficantes. A suspeita é que o sequestro seria um pretexto para cobrar antigas dívidas. Mesmo que isso seja confirmado, não deve diminuir uma possível pena por extorsão mediante sequestro, o que é considerado crime hediondo.

Com informações da RICTV Record SC. 

Publicidade

1 Comentário

Publicidade
Publicidade