Publicidade
Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 19º C

Grupo RIC reúne convidados para celebrar o encerramento da Volvo Ocean Race

O clima favorável e a vista privilegiada do Porto de Itajaí atraíram moradores e turistas para aproveitar a noite nos pavilhões da regata

Marina Simões
Itajaí
19/04/2018 às 23H16

Depois de passar por quatro continentes, a Volvo Ocean Race começa a se despedir de Itajaí. O Grupo RIC, que participou ativamente da divulgação da maior regata do mundo, organizou um evento com lideranças políticas e empresariais, convidados e clientes ontem à noite, em Itajaí, para celebrar mais esta edição do evento. O clima favorável e a vista privilegiada do porto de Itajaí atraíram moradores e turistas para aproveitar a noite nos pavilhões da regata.

Grupo RIC reúne convidados para celebrar o encerramento da Volvo Ocean Race - Marco Santiago/ND
O clima favorável e a vista privilegiada do porto de Itajaí atraíram moradores e turistas para aproveitar a noite nos pavilhões da regata - Marco Santiago/ND



Neste fim de semana, os barcos que participam da competição seguem para a nona parada, em Newport, nos Estados Unidos. Esta foi a terceira vez que Itajaí recebeu a regata, e a expectativa é de que a estrutura montada desde o início deste mês, com atrações e estandes com informações sobre as embarcações e as equipes, receba cerca de 400 mil visitantes até domingo. A cidade foi a única da América Latina a receber a maior regata do mundo, na qual os velejadores percorrem cinco continentes em oito meses de competição.


O prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni, destacou a relevância do evento para a economia e o turismo da cidade. “A população percebeu o potencial que Itajaí tem. Não só para este evento, mas também para outros eventos esportivos que já fazem parte da história de Itajaí, mas acabaram se perdendo”, afirmou.
Já o secretário de Turismo de Itajaí, Evandro Neiva, foca nos pontos positivos para o setor hoteleiro da cidade, que cresceu e se modernizou desde que recebeu a primeira edição da regata. “Nosso setor hoteleiro triplicou”, disse.

Volvo Ocean Race  - Marco Santiago/ND
A cidade foi a única da América Latina a receber a maior regata do mundo - Marco Santiago/ND



Empresários destacam força do evento

O gerente de marketing do Fort Atacadista, Ricardo Amorim, destacou que o Grupo Pereira é originário de Itajaí. “Então, o Fort não podia deixar de fazer parte de um evento como este, que coloca a cidade no mapa, não só do Brasil, como do mundo”, disse.


“Um evento como este, desta qualidade, traz uma atratividade forte, chama as pessoas a participarem e a consumirem. Aqui na Volvo, temos desde pipoca até caminhões”, contou o presidente da CDL de Itajaí, Laerson Batista da Costa. Outro ponto destacado por ele é a questão da sustentabilidade tratada pelo evento e que acredita despertar o senso crítico da população.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade