Publicidade
Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 19º C

Gincana Cultural de Biguaçu termina com rivalidade ainda mais acirrada entre as equipes

O primeiro lugar ganharia R$ 4.500. Equipes com chance de vencer são formadas por mais de 300 pessoas.

Emanuelle Gomes
Florianópolis
Janine Turco/ND
Prova da Transformação, neste domingo, movimentou o centro de Biguaçu

 

Gincaneiros de plantão participaram nesta domingo (6) do último dia da Gincana Cultural de Biguaçu e estavam ansiosos pelo resultado final. No início da tarde, faltavam ainda sete provas para o término da competição, mas a equipe A_A já se sentia vitoriosa, com 14 pontos a frente da principal rival: Chuchu Beleza. O espírito de competição era tão grande que os membros das duas equipes nem mesmo trocavam olhares.

“Nós só voltamos a nos falar depois da gincana. É uma rivalidade grande, mas sadia”, afirmou Leonardo Jesus, 22, chefe de equipe da A_A. A equipe nesse ano completou 10 anos dentro da Gincana e, de acordo com ele, competiu para ganhar. “Viemos com tudo. Não podemos errar. As provas estão bem diferentes nesse ano e só tivemos uma semana para ensaiar algumas, como a rádio novela. Estamos indo dormir tarde e acordando cedo”, contou ele, ao lado de parte dos 400 membros da A_A.

Jesus explicou que nenhum integrante brinca na Gincana pensando nos R$ 4.500 de prêmio do primeiro lugar. “Nós jogamos por amor à equipe. Com o dinheiro fazemos uma festa para todo mundo”, relatou. Thiago de Lara Vieira, 29, chefe de equipe da Chuchu Beleza, disse que a equipe também faz uma festa para os integrantes, cerca de 300 pessoas. “A maior parte da equipe são crianças: 70%. Por isso sempre fazemos a festa, se ganhamos”, comentou. No ano passado, a Chuchu Beleza levou o título e estava confiante de que o mesmo poderia se repetir nesse ano.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade