Publicidade
Segunda-Feira, 12 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Gean Loureiro, João Batista e os 23 vereadores eleitos são diplomados em Florianópolis

O vereador Pedro Silvestre, mais votado nessa eleição, defendeu uma Câmara autônoma e independente

Felipe Alves
Florianópolis
15/12/2016 às 20H46

O prefeito eleito de Florianópolis Gean Loureiro (PMDB), o vice João Batista Nunes (PSDB), os 23 vereadores que farão parte da Câmara de Vereadores no mandato 2017-2020 e seus suplentes foram diplomados na tarde desta quinta-feira (15), na sede do Tribunal de Justiça. Hoje será feita a diplomação do executivo e legislativo de São José.

Gean foi diplomado como prefeito na tarde desta quinta-feira - Jeferson Baldo/Divulgação
Gean foi diplomado como prefeito na tarde desta quinta-feira - Jeferson Baldo/Divulgação


Acompanhado das quatro filhas, da mulher, dos pais, de assessores e secretários recém-anunciados, Gean relembrou sua história política e pessoal e ratificou seu desejo por mudanças para a gestão da cidade. Para ele, a diplomação oficializou um dos momentos mais importantes de sua vida. “Isso faz parte de toda uma construção que se iniciou desde criança, do maior desejo da minha vida, de ser prefeito de Florianópolis. Não para mim, mas para a cidade”, afirmou.

Ao se referir e parabenizar os vereadores eleitos, Gean fez questão de chamar cada um pelo nome. “Nossa administração não será feita apenas pelo prefeito e pelo vice, mas em conjunto com os 23 vereadores de maneira independente, mas assumindo de maneira conjunta todas as responsabilidades da cidade”, ressaltou o prefeito eleito.

Os eleitos serão empossados em 1º de janeiro de 2017 e, desde o primeiro dia, Gean promete trabalhar desde demanhã cedo até tarde em busca da “retomada de comando da cidade, com energia, entusiamos, vontade, educação e trabalho”. “Não vai ser um desafio fácil. O momento da economia nacional é difícil e talvez o momento das finanças municipais seja ainda mais drástico pelos números já apresentados. Para atender a grande maioria da sociedade, muitas vezes vamos ter que tirar privilégios de minorias. Serão decisões duras, medidas de impacto, busca de ampliação de arrecadação, agilidade nos processos da prefeitura e em busca de melhor organização”, garante ele.

Pedrão defende Câmara independente

Os 23 eleitos para os cargos do legislativo municipal também foram diplomados ontem e assumem suas funções em 1º de janeiro do próximo ano. Doze vereadores foram reeleitos, onze assumem a função pela primeira vez e um vereador já ocupou a posição anteriormente. Como foi o vereador mais votado nesta eleição, com 11.197 votos, Pedro de Assis Silvestre, o Pedrão, discursou ontem durante o evento em nome de todos os vereadores.

Pedrão pediu uma transformação na Câmara para que seja autônoma, independente, exercendo seu papel fiscalizador e que possa legislar como porta-voz dos florianopolitanos.  “Por uma Câmara que não defensa interesses político-partidários, mas os interesses de cada cidadão desta cidade. Para que o vereador possa ser reconhecido pelo excelente trabalho prestado não pode ser submisso a prefeitura, governo do Estado ou Federal. Vereador tem que ser autônomo, independente, assim como os poderes devem ser”, afirmou.

 

Prefeito – Gean Loureiro

Vice-prefeito – João Batista Nunes

 

Vereadores

Pedrão Silvestre

Marquito Abreu

Afrânio Boppré

Guilherme Pereira

Claudinei Marques

Bruno Souza

Gabriel Meurer

Marcelo Fernando de Oliveira

Rafael Daux

Roberto Katumi

Lino Peres

Vanderlei Lela

Edinho Lemos

Erádio Gonçalves

Dalmo Meneses

Tiago Silva

Renato da Farmácia

Dinho Rosa

Maria da Graça

João Luiz da Bega

Maikon Costa

Miltinho Barcelos

Fábio Braga

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade