Publicidade
Terça-Feira, 20 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Francis Bacon: pintor suspenso na distorção da imagem

Confira o texto que dá pista para a prova da madrugada na gincana da Apae em Biguaçu

Carol Ramos
Biguaçu
Divulgação
Pintor irlandês Francis Bacon faleceu em 1992, aos 83 anos de idade

“Penso sempre em mim, não como um pintor, mas como um instrumento do acaso ou da sorte”. Assim se definia Francis Bacon, esse fantástico pintor irlandês, autodidata, falecido em 1992, aos 83 anos de idade, cuja vida foi marcada pelo nazismo na Alemanha, pelo homossexualismo, pela asma e pelo alcoolismo.

Durante muito tempo foi considerado um artista marginal e maldito por ser provocador, obsceno e anticonformista. Sua obra, apesar de ter sofrido a influência de Picasso e Van Gogh, busca inspiração em velhos mestres tais como Velazquez e Rembrandt, ou nas fotografias de figuras nuas em movimentos variados feitas por Eadweard Muybridge, ao final do século 19.

As fantasias masoquistas, a pedofilia, o desmembramento de corpos, a violência masculina ligada à tensão homoerótica, as práticas de dissecação forense, a atração pela representação do corpo (um especial fascínio pelos fluidos naturais, sangue, bílis, urina, esperma, etc) e, no geral, com tudo o que está diretamente ligado à transgressão, seja relacionada ao sexo, à religião ou qualquer tabu. Foram as peças com as quais Bacon construiu a sua visão "modernista" do mundo.

A maior de todas as suas obsessões é a imagem de um grito. Inicialmente impressiona-se muito, pelo quadro de Poussin, intitulado “A matança dos inocentes”. Nela, tem uma figura de uma mãe gritando, ao ter o filho arrancado de seus braços. Também no filme de Eisenstein, “O encouraçado Potemkin”, Bacon fica impactado diante do grito da enfermeira ferida na cena da escadaria de Odessa. O efeito dessa obsessão pode ser visto em boa parte dos seus trabalhos.

Assista à cena da Escadaria de Odessa do filme "O Encouraçado Potemkin" no link: http://www.youtube.com/watch?v=HkuEaQzefkQ

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade