Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Florianópolis vira um canteiro de obras com investimento de mais de R$ 50 milhões

Pavimentação asfáltica em bairros do Norte e Sul da Ilha, elevado do Rio Tavares, trapiche do João Paulo e praças da Tapera e do Carianos estão em andamento

Redação ND
Florianópolis
07/11/2018 às 22H18

O segundo semestre tem sido intenso para a Secretaria de Infraestrutura de Florianópolis, com a realização de diversas obras nas regiões Sul, Leste e Norte da Ilha, além da área central. O “canteiro” inclui desde obras fundamentais, como o elevado do Rio Tavares, passando por obras pontuais, como o trapiche do bairro João Paulo, até a construção de áreas de lazer, totalizando um investimento de mais de R$ 50 milhões.

Obras de recapeamento da Avenida Campeche. - Foto Flavio Tin/ND
Obras de recapeamento da avenida Campeche. - Foto Flavio Tin/ND

O maior, superior a R$ 30 milhões, está sendo aplicado na construção do elevado do Rio Tavares, um compromisso de campanha do prefeito Gean Loureiro (MDB). A partir de segunda-feira (12), o tráfego de veículos será bloqueado na atual rótula no sentido Sul/Lagoa e Lagoa/Sul. O bloqueio deve durar por até três meses para que as obras da última parte do elevado possam avançar. A previsão de entrega do elevado é para 23 de março de 2019, data do aniversário de Florianópolis. “Essa obra é uma prioridade”, garante o diretor de Obras da Capital, engenheiro Tiago Schmitt.

Para causar menos transtorno devido ao bloqueio, obras de recapeamento foram realizadas no cruzamento da avenida Campeche com a rua da Capela. Este trecho crítico deverá ser utilizado pelos motoristas que trafegam do Sul em direção à Lagoa da Conceição e no sentido contrário.

A revitalização do entorno do Mercado Público e da antiga Alfândega, no Centro, é outra obra de alto investimento. O local é simbólico e representa a transformação urbana da cidade. Orçada em R$ 8 milhões, a obra começou em agosto e tem prazo de conclusão de 12 meses.

Ao final dos trabalhos, o espaço público contará com deque com canteiros, bancos e espelhos d’água e cobertura metálica em referência à renda de bilro. Duas edificações oferecerão espaços para cafés, comércio de artesanato indígena, cerâmica e floricultura, além de serviços como informações turísticas e banheiros públicos.

Entre as obras pontuais estão a ponte da servidão Juventina Rufino Garcia, no bairro Ratones, e o trapiche do João Paulo. Com recursos da Defesa Civil Nacional e contrapartida da prefeitura, a recuperação da ponte destruída pela chuva em janeiro está orçada em R$ 938 mil e deve ser concluída até 20 de janeiro de 2019. Já o trapiche é uma das obras que já poderia ter sido concluída em julho.

Porém, um atraso no repasse de recursos do governo federal e problemas técnicos adiaram a conclusão, agora prevista para dezembro. O trapiche está sendo construído em concreto e tem 210 metros de extensão, 3,75 metros de largura e até dois metros de profundidade, dependendo da maré.

Já o bairro Carianos, no Sul da Ilha, receberá o maior investimento em um único espaço de convivência e lazer da cidade, com R$ 1.779.940,56. Localizada entre a avenida Diomício Freitas e a rua Jornalista Carlos Castelo Branco, a praça de Carianos terá 6.500 m².

A comunidade da Tapera também vai ganhar uma praça, localizada na rodovia Açoriana, no Sul da Ilha. A obra tem investimento de R$ 558.418,77. Inicialmente estimada com prazo de três meses para execução, a construção da praça da Tapera sofreu um atraso devido à necessidade de um aterro, que está em andamento. A praça contará com quadras esportivas, academia, bicicletário e playground, além de arborização completa e um vasto espaço para caminhada e lazer.

Obras de pavimentação espalhadas de Norte a Sul

A pavimentação concentra boa parte dos trabalhos da Secretaria de Infraestrutura, com a fiscalização de obras em diversos bairros. Algumas das obras fazem parte de um convênio assinado com o governo do Estado, com investimentos de R$ 12 milhões.

No Sul da Ilha, 13 vias do bairro Campeche, como as servidões Aroeiras do Gramal, Candido Manoel Pires, Vitorina Lopes, Revoar das Gaivotas, Sérvulo Chagas e Vila Harmonia estão recebendo investimentos. A pavimentação é feita com asfalto e lajotas, mas todas as ruas recebem trabalhos de drenagem para evitar alagamentos, comuns na região em dias de chuva.

A Tapera é outro bairro do Sul da Ilha beneficiado com obras de pavimentação e drenagem em 16 vias. Já no Ribeirão da Ilha, a rodovia Baldicero Filomeno também recebeu melhorias, com pavimentação, sinalização e meio-fio no trecho entre os números 10.239 a 13.917, com investimento de R$ 4,1 milhões.

Já no Norte da Ilha, Ingleses e Rio Vermelho têm concentrado os trabalhos de pavimentação e drenagem em 30 vias, mas também existem obras na Cachoeira do Bom Jesus, Vargem Pequena, Ratones, Canavieiras e Ponta das Canas. De acordo com o diretor de Obras, Tiago Schmitt, nem todas as obras da pavimentação estarão concluídas até o final do ano. “Possivelmente, algumas obras serão concluídas no ano que vem”, diz.

Publicidade

10 Comentários

Publicidade
Publicidade