Publicidade
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Descrição do tempo
  • 30º C
  • 23º C

Florianópolis espera arrecadar R$ 2 milhões com Carnaval, Réveillon e aniversário

Nesta quinta-feira será feita a abertura dos envelopes para escolher a empresa que irá realizar os três eventos na Capital

Felipe Alves
Florianópolis
07/12/2017 às 11H50

Os envelopes da licitação para os eventos do Carnaval de 2018, Réveillon e show de aniversário de Florianópolis serão abertos nesta quinta-feira (7), às 14h. A expectativa do município é arrecadar no mínimo R$ 2 milhões. A verba do Carnaval será dividida entre a realização dos desfiles das escolas de samba na passarela Nego Quirido e as outras festividades pré e durante o Carnaval. Com verba da iniciativa privada, a prefeitura trabalha para viabilizar todos os eventos que foram cancelados ou que ficaram ameaçados de não acontecer este ano.

xxx - Marco Santiago/Arquivo/ND
Desde o final de junho, motoristas enfrentam a falta de sincronia dos semáforos, o que deixa o trânsito ainda mais complicado - Marco Santiago/Arquivo/ND


Com a troca da gestão na prefeitura e o corte de verbas em diversos setores, apenas as escolas do grupo Especial desfilaram este ano. Eventos como a escolha da rainha e princesas, o Berbigão do Boca e o Zé Pereira foram cancelados em 2017. Para 2018, todos as festas devem voltar a acontecer, de acordo com Miguel Gregório, diretor de eventos da Capital.

A equipe de eventos finaliza os detalhes para o concurso de escolha da corte 2018, os desfiles nos bairros e o Pop Gay. Outras festas tradicionais, como o Berbigão do Boca, o Zé Pereira e o Enterro da Tristeza também devem voltar a acontecer.

“A escolha da corte, por exemplo, estamos tentando viabilizar para incluir na estrutura do Berbigão do Boca, para economizar recursos. A ideia é fazer entre 26 de janeiro e 2 de fevereiro, mas a escolha na Nego Quirido [como foi nos outros anos] também não está descartada”, afirma Gregório. Até o fim deste mês, a prefeitura deve estar com tudo programado e divulgar o calendário de eventos no início de janeiro.

De acordo com Vinícius de Lucca Filho, superintendente de Turismo do município, cerca de R$ 1,5 milhão da iniciativa privada será dividido entre as escolas de samba. Diferente dos últimos três anos, a verba não será repassada à Liesf (Liga das Escolas de Samba de Florianópolis), mas diretamente às agremiações. “As escolas participam de um edital da Fundação Franklin Cascaes e as que tiverem o projeto aprovado receberão os recursos”, diz.

Exigências para os três eventos

A empresa que vencer a chamada pública para realizar os três eventos terá o contrato assinado no dia 15 de dezembro. Os R$ 2 milhões serão pagos em cinco parcelas, sendo a primeira até 15 de janeiro e a última em 15 de maio.

No Réveillon, a empresa vencedora ficará responsável pela realização de um show nacional, além da infraestrutura, como sonorização, iluminação, palco, tendas, grades, banheiros químicos e equipe de segurança. Para a Arena Central do Carnaval, a empresa deverá contratar cinco shows nacionais para os cinco dias, 20 shows de bandas locais, quatro atrações para o Pop Gay, duas para o Berbigão do Boca, estrutura de palco, camarim, sonorização e iluminação.

Para o aniversário da cidade, arcará com um show nacional, além da infraestrutura semelhante aos eventos anteriores. Como contrapartida, a prefeitura oferece exclusividade de publicidade e comercialização nos eventos, divulgação, gestão do trânsito, limpeza externa e show de fogos do Réveillon.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade