Publicidade
Domingo, 17 de Fevereiro de 2019
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 22º C

Fiscalização mira som alto em lanchas e iates de luxo no Caixa D’aço, em Porto Belo

Força-tarefa envolvendo Polícia Militar, Guarda Municipal e Fundação do Meio Ambiente apreendeu equipamentos e aplicou cinco notificações em embarcações flagradas com volume acima do permitido

Everton Palaoro
Porto Belo
13/01/2019 às 18H39

Uma força-tarefa está coibindo o som alto em lanchas e iates de luxo no Caixa D’aço, em Porto Belo. Durante o verão, a praia atrai dezenas de embarcações. Os frequentes abusos estão incomodando os moradores do bairro Araçá. Na sexta-feira (11), as caixas de som instaladas em uma lancha foram removidas. Já no sábado (12), cinco proprietários foram notificados.

Proprietários de embarcações irregulares foram notificados - Divulgação/PMSC/ND
Proprietários de embarcações irregulares foram notificados - Divulgação/PMSC/ND


O tenente Alex Matias, que comanda a Polícia Militar (PM), em Porto Belo e Bombinhas, diz que a ação é inovadora. Segundo ele, a fiscalização ocorre de maneira conjunta com a Famap (Fundação Municipal do Meio Ambiente) e Guarda Municipal. “Há anos já existia reclamações no local e ninguém conseguia solucionar o problema da comunidade”, destacou o comandante.

A fiscalização está amparada em um decreto do prefeito Emerson Stein (MDB), de janeiro de 2018. O documento veda equipamentos sonoros acima de 50 decibéis durante o dia e 45 decibéis a partir das 20h. No entanto, frequentemente as festas segue até tarde da noite.

Conforme o comandante da PM, haverá operações surpresas durante toda a temporada. A região do Caixa D’aço é uma APA (Área de Proteção Ambiental). Ana Paula Bunn, presidente da Famap, diz que não foram aplicadas multas. “A ideia da operação, em um primeiro momento, foi a advertência e a conscientização da legislação pertinente, em relação a poluição sonora”, explicou.

Publicidade

3 Comentários

Publicidade
Publicidade