Publicidade
Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 19º C

Filhos da terra contam histórias de Florianópolis

Na semana do aniversário da cidade, moradores lembram o passado do lugar onde nasceram

Aline Torres
Florianópolis
Marco Santiago/ND
Seu Dico, descobridor de boitatás em Itaguaçu, é filho da terra

A Capital completou, nesta sexta-feira, 286 anos . E para homenagear o aniversário do município, o jornal Notícias do Dia percorreu o norte, sul, leste e oeste - e o centro -, em busca dos filhos da terra, que carregam Florianópolis em suas histórias.

São 450 mil moradores no município, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), dividindo 42 praias e os bairros da Ilha e da parte continental. Nessa cruzada, não faltaram histórias boas, portas de casas abertas, convites para cafés, memórias.

 

Rosane Lima/Reprodução/ND
O Ponto Chic, mais conhecido como Senadinho, lugar central de Florianópolis

 

Na Cachoeira do Bom Jesus (Norte), mora a Zilda, que trabalhou muitos anos como parteira na região. Na Caieira (Sul), vive Baião, que sobrevive do mar, assim como seus ancestrais. Na Barra da Lagoa (Leste), Valdir Agostinho encanta com seu mundo de maluquices e criações. Itaguaçu (Oeste) é onde mora Seu Dico, ouvinte assíduo das histórias fantásticas de Franklin Cascaes. Valter Luz resgata a história do Centro.

Esses cinco manés passaram a vida nos bairros de nascimento. Para eles, não há lugar melhor.

Abaixo, os links para as histórias de cada um:

A última parteira do Norte

O pandorgueiro maluco

O herdeiro dos mares

O descobridor de boitatá

Um cafezinho para o presidente

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade