Publicidade
Terça-Feira, 17 de Outubro de 2017
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 19º C

Fenaostra já recebeu 20 mil pessoas e segue até domingo em Florianópolis

18ª edição da mais tradicional festa da região oferece pratos à base de ostras

Dariele Gomes
Florianópolis
12/10/2017 às 18H35

A 18ª Fenaostra (Festa Nacional da Ostra e da Cultura Açoriana), que pela primeira vez ocorre no Centro de Florianópolis, no Mercado Público e Largo da Alfândega, tem mostrado que não só é popular por ter entrada gratuita, mas também por oferecer programação voltada para todos os públicos, de todas as idades. Na gastronomia, quem passa pela festa pode levar ostra fresca para casa ou saborear pratos de alta gastronomia em um dos 20 restaurantes.

Gustavo e Fabricia aprovaram o formato da festa - Marco Santiago/ND
Gustavo e Fabricia aprovaram o formato da festa - Marco Santiago/ND


A festa que começou na quarta-feira (11) e segue até domingo (15) já é considerado sucesso de público, segundo Vinícius De Lucca Filho, superintendente de Turismo da Capital. “No primeiro dia tivemos o registro de 6.000 pessoas. Nesta quinta-feira, mesmo com chuva e feriadão para alguns, em torno de 15 mil pessoas prestigiaram a festa. Se continuarmos com essa média, a expectativa é receber até domingo 50 mil pessoas. Entendemos que uma festa popular deve ter programações populares e preços justos, por isso temos ostras a R$ 10 a dúzia no Caminhão do Peixe, direto do produtor, até porções de ostras gratinadas que podem ser encontrada a R$ 40”, disse.

O funcionário público Gustavo Souza, 28 anos, e a amiga Fabricia Ferreira, 30 anos, ambos de São José, aprovaram o formato da festa e destacaram a iniciativa do uso de corpos retornáveis. “Degustamos uma porção de ostras gratinadas e de camarão no palito. O novo formato está sensacional. A cultura local é evidenciada através da culinária, do artesanato e das atrações musicais, tudo de forma gratuita. Uma festa do povo para o povo. Sobre a ideia do uso de copos retornáveis, genial, um consumo consciente”, contou Souza.

Sobre o copo retornável, em vez dos descartáveis, Vinícius disse que a ideia é reduzir 80% da produção de lixo na Fenaostra. “Quem prestigia a festa e quer consumir uma bebida, deixa um depósito de R$ 5 pelo empréstimo do copo. Depois, ao final da festa, opta por levar o copo pra casa ou devolvê-lo e pegar o dinheiro de volta. Acertamos na ideia e a prova disso é que todos aderiram muito bem à iniciativa”, afirmou.

Outra preocupação da organização é quanto às cascas das ostras, que estão sendo separadas por equipes da Comcap. As cascas serão trituradas e transformadas em adubo para as hortas das escolas e creches do município.

Movimento anima comerciantes

Quem também está feliz com a movimentação da festa é Emanuela Gnecco, 19 anos, expositora e filha de artesã. Ela, que está vendendo bonecos de personagens locais, diz que apesar do tempo chuvoso o movimento tem sido ótimo.

“Como a estrutura foi muito bem pensada e planejada para casos de dia de chuva, a população se sente bem abrigada no evento e a chuva não impediu que as vendas fossem boas. Tomara que os próximos dias sejam bem movimentados como estes primeiros”, disse.

 Emanuela está aproveitando o movimento do público  - Marco Santiago/ND
Emanuela está aproveitando o movimento do público - Marco Santiago/ND


Atrações locais e diversão com segurança garantida

Vinicius De Lucca Filho destacou a segurança da Fenaostra, que ao final da quinta-feira não havia nenhum registro de ocorrências. “Não tivemos nenhuma briga, nem um roubo, furto, ou mesmo algum caso de embriaguez que precisasse o uso da ambulância. Nosso povo está de fato aproveitando a festa, e participando de forma consciente das programações”, afirmou.

Ele destacou ainda e pediu que a população entenda que na entrada da festa são feitas revistas em homens e mulheres, justamente para garantir a segurança de todos. Nesta sexta-feira e e no sábado a festa acontece das 10h às 23h, e no domingo, das 10h às 18h.

 SERVIÇO

O quê: 18ª Fenaostra

Quando: Sexta e sábado, das 10h às 23h; e domingo, das 10h às 18h

Onde: Mercado Público e Largo da Alfândega, Centro, Florianópolis

Quanto: Entrada gratuita

>> Confira a programação completa

Sexta-feira

10h: Som mecânico

12h30: Júnior Lemos

14h: Banda Oitavo Eu

16h: Banda Damassa

17h: Banda Pururuca Platinada 

18h - Polyana Reis

19h30: Velha Guarda do Dascuia

20h30: Protegidos da Princesa

21h30: Banda Chalemarrom

23h: Encerramento

Sábado

10h: Som mecânico

11h: Banda Na Pilha

13h: Banda Os Vagamundos

14h: Zin Biancha

16h: Banda Jah Volta

17h: Banda Blame

18h: Velha Guarda da Copa Lord

20h: Nação Guarani

21h: Banda Tomahawk

23h: Encerramento

Domingo

10h: Som mecânico

11h: Banda Exit

13h: Velha Guarda da Protegidos da Princesa

14h: Boi de mamão

15h: Banda Marcapágina

16h: Angela Beatriz

18h: Encerramento

Publicidade

2 Comentários

Publicidade
Publicidade