Publicidade
Segunda-Feira, 12 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Feiras escolares da Capital reúnem trabalhos sobre feminicídio e energia eólica este mês

Atividades foram realizadas durante aulas de Matemática e Ciências e serão apresentadas em escola do Sul da Ilha

Redação ND
Florianópolis
01/08/2018 às 21H47

Feminicídio é o assassinato de uma mulher apenas pela condição de ser mulher. As motivações mais usuais para o crime são o ódio, o desprezo ou o sentimento de perda do controle e da propriedade sobre elas. Com promoção da secretaria de Educação de Florianópolis, é sobre esse tema um dos trabalhos que será apresentado na 4ª Feira Municipal de Matemática, 4ª Feira Municipal de Ciências e 5ª Feira Regional de Matemática. O evento será realizado no dia 16 de agosto e acontecerá das 8h às 17h, na Escola Básica Municipal João Gonçalves Pinheiro, no bairro Rio Tavares.

Também são exemplos de temas a serem debatidos a matemática presente na pizza, a produção de um minigerador eólico com palitos de picolé e a montagem de uma tabela periódica. Irão participar, na condição de expositores, estudantes matriculados em instituições educacionais, professores e comunidade pertencente à região da Grande Florianópolis.

Trabalho escolar reuniu dados sobre o feminicídio - PMF/Divulgação/ND
Trabalho escolar reuniu dados sobre o feminicídio - PMF/Divulgação/ND

Os trabalhos estão divididos em oito categorias: educação especial, educação infantil, anos iniciais do ensino fundamental, anos finais do ensino fundamental, ensino médio, ensino superior, professor e comunidade. Este ano, 23 trabalhos de ciências foram inscritos. Já de matemática foram 21 projetos.

Feminicídio em números

As estudantes do 9º ano da Escola Básica Municipal Intendente Aricomedes da Silva, na Cachoeira do Bom Jesus, Vitória Hollenveger dos Santos e Sophia Costa da Silva irão apresentar o trabalho “Feminicídio em números”. Ele foi orientado pela professora Carla Peres Souza.

No projeto foram usados gráficos de dois tipos, o de setores para expor as agressões mais relatadas pelas mulheres e o de barras para expor a taxa de inquéritos registrados por 100 mil habitantes em cada estado do país. Foi criado também um relato fictício de uma vítima de agressões físicas e psicológicas cometidas pelo marido para mostrar como geralmente o feminicídio acontece e foram distribuídos folders com dados e porcentagens sobre o tema.

A matemática da pizza

A pizza é o 4º alimento mais adorado do mundo. Sua história teve início há cerca de seis mil anos com os egípcios, que foram os primeiros a misturar farinha com água. Ao chegar na Itália, a novidade logo se espalhou pelo mundo.

Estudantes aprenderam matemática a partir do estudo da pizza - PMF/Divulgação/ND
Estudantes aprenderam matemática a partir do estudo da pizza - PMF/Divulgação/ND


Com o objetivo de conhecer mais sobre esse alimento, sua história, curiosidades, e verificar a matemática presente em cada detalhe estudado, uma turma de sétimo ano da Escola Básica Municipal José Amaro Cordeiro, no Morro das Pedras, desenvolveu o trabalho “A matemática da pizza”. Na feira, os expositores serão os estudantes Ana Beatriz Borges e Yuri de Lima Vieira. O trabalho foi orientado pela professora Emiliana Aparecida Corrêa e incluiu um estudo sobre a circunferência da pizza, com ênfase na sua divisão em partes iguais, que representam as fatias do alimento.

Gerador eólico

Orientado pela professora Julisse Oker Savi da Silva e desenvolvido pelas estudantes do sétimo e oitavo ano Ana Patrícia Gomez Ortiz, Eliza Simone das Neves, Raphaela Roecker Souza e Vitória Agostini Silva, o trabalho “Gerador eólico” veio da Escola Básica Municipal João Gonçalves Pinheiro, no Rio Tavares.

A energia eólica é uma energia alternativa produzida através da movimentação do ar, utilizando a força gerada pelos ventos para ativar seus geradores. Ela não queima combustíveis fósseis em sua geração e não emite poluentes no ar. Com isso, a energia proveniente dos geradores eólicos é considerada uma fonte limpa, que protege o meio ambiente e evita que recursos naturais sejam destruídos.

Funcionamento de um gerador eólico foi estudado durante as aulas - PMF/Divulgação/ND
Funcionamento de um gerador eólico foi estudado durante as aulas - PMF/Divulgação/ND


Durante as aulas, as estudantes descobriram como funciona um gerador eólico. Após o período de pesquisas, o processo foi colocado em prática com a construção de um minigerador eólico utilizando palitos de picolé, palitos de churrasco, latinha de refrigerante, um motor de fonte contínua e uma lâmpada led. Ao colocar o minigerador em contato com vento, utilizando um ventilador, foi possível acender a lâmpada acoplada, apenas com a energia gerada por esse vento. Isso auxiliou na compreensão do que acontece em grande escala nas usinas eólicas espalhadas pelo mundo.

Tabela periódica dos super-heróis

Na Escola Básica Municipal Osmar Cunha, em Canasvieiras, uma turma do nono ano, representada pelos estudantes Elizeu Oliveira e Stella de Souza, desenvolveu e irá apresentar o projeto “Tabela periódica dos elementos super-heróis”. Inspirados pelas obras da artista Kacie D., que representam os elementos químicos como super-heróis, conferindo-lhes como “superpoderes” suas propriedades elementares, os educandos foram desafiados a pesquisar as famílias da tabela, as propriedades de cada elemento e produzir super-heróis que representassem essas características. A orientadora do trabalho é a professora Cleise Helen Botelho Koeppe.

Versão diferente da tabela periódica foi inspirada em obras da artista Kacie D. - PMF/Divulgação/ND
Versão diferente da tabela periódica foi inspirada em obras da artista Kacie D. - PMF/Divulgação/ND


Eles desenharam os elementos em folhas de ofício, coloriram, acrescentaram o símbolo e o número atômico, e colaram na parede com durex obedecendo as regras de periodicidade. Assim, formaram a tabela periódica em tamanho de pôster.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade