Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Família de piloto realiza operação paralela para tentar localizar avião que caiu no mar

Bombeiros realizam neste sábado um sobrevoo entre Penha e Bombinhas como parte de uma segunda etapa das buscas, encerradas oficialmente na quinta-feira

Everton Palaoro
Florianópolis
08/08/2018 às 15H38

O Corpo de Bombeiros realiza neste sába­do (4), um sobrevoo entre Penha e Bombinhas. Oficialmente, as buscas pelo ultraleve Con­quest 180 foram encerradas na quinta-feira (2). Essa é considerada uma segunda etapa e se deve a instabilidade dos últimos dias, que pode ter contribuído para levar partes da aeronave para costões da região. A família do piloto José Ubirajara da Silva, 68 anos, vai continuar pro­curando os destroços.

Corpo de Bombeiros vai fazer um sobrevoo para verificar possíveis destroços trazidos para os costões - SC Drones/ND
Corpo de Bombeiros vai fazer um sobrevoo para verificar possíveis destroços trazidos para os costões - SC Drones/ND


O deputado fluminense Pedro Fernandes (PDT) foi homologado candidato ao governo do Rio de Janeiro na tarde de sexta-feira (3). Pouco tempo depois, já se preparava para retornar a Santa Catarina. Ele quer auxiliar a equipe de mergulhadores voluntários que continuam na operação para localizar o corpo do pai.

Segundo ele, o maior desafio é não perder a esperança. “Dentro das nossas limitações va­mos dar continuidade. Os próprios pescadores estão passando as redes. Nossa maior briga é para não perder a força”, destacou.

Fernandes acredita que o corpo do pai es­teja preso ao cinto de segurança do ultraleve. “Com o frio a expectativa é do corpo boiar no quinto dia, mas creio que ele esteja preso no cinto. O filho informou ainda que o pai era um piloto experiente e que voava há 20 anos, in­clusive tendo ligações com a Aeronáutica.

O Corpo de Bombeiros delimitou a área de busca em 25 quilômetros quadrados a par­tir do ponto onde ocorreu o último contato com a torre, aproximadamente 900 metros mar adentro nos molhes de Itajaí e Nave­gantes. Nessa região, a profundidade média é de 26 metros.

De acordo com o comandante da 1ª Região de Bombeiro Militar, coronel Cesar de Assump­ção Nunes Filho, esse fator dificultou bastante o trabalho. “Nessa profundidade, cada mergu­lhador pode ficar apenas 23 minutos por dia submerso. Por isso, utilizamos o sonar e mape­amos os pontos com maior chance de localizar a aeronave”, explicou.

Nunes Filho destacou que essa é a última operação envolvendo recursos públicos para procurar a aeronave e o piloto desa­parecido. “Vamos aguardar novas pistas”, argumentou.

Aeronave nunca foi encontrada

A operação para loca­lizar o Conquest 180 teve alguns avanços ao longo da semana. Contudo, o tra­balho é considerado difícil. Uma aeronave semelhante a desaparecida caiu no mar na praia de Taquarinhas, em Balneário Camboriú, em no­vembro de 2012. Duas pesso­as chegaram a sobreviver a queda, mas morreram afo­gadas, e o filho de uma das vítimas sobreviveu.

Equipes realizaram buscas com sonar na área mapeada com o possível local da queda da aeronave - CBMSC/Divulgação/ND
Equipes realizaram buscas com sonar na área mapeada com o possível local da queda da aeronave - CBMSC/Divulgação/ND



Flavius Neves, do Con­domínio Aeronáutico Cos­ta Esmeralda, lembra que no dia seguinte uma equipe foi até o local para fazer o resgate. Contudo, não foi pos­sível localizar os destroços. “O pescador que viu a que­da, e inclusive falou com os sobreviventes, indicou o local e enviamos mergulhadores, mas nunca conseguimos encontrar. A maré arrasta”, opinou Neves.

Ficha técnica do Conquest 180

  • Modelo: O Conquest 180 é um ultraleve avançado construído pela antiga Inpaer (Indústria Paulista de Aeronáutica)
  • Capacidade: piloto e passageiro
  • Velocidade de cruzeiro: 125 mph
  • Carga útil: 340 quilos
  • Alcance: 1.000 km
  • Consumo: 18l/hora

A cronologia dos fatos

SEXTA-FEIRA, 27

  • 11h - A aeronave matrícula PU-OGL decolou do Condomínio Costa Esmeralda em Porto Belo
  • 11h10 – Piloto relata falta de visibilidade para a torre do Aeroporto de Navegantes e some do radar instantes depois
  • 17h30 – O serviço de salvamento da Aeronáutica aciona os helicópteros Arcanjo 1 e 2, que realizaram buscas durante a tarde.
  • 18h30 – Corpo de Bombeiros informa que suspendeu as buscas devido a presença de forte nevoeiro marítimo
  • 18h45h – FAB (Força Aérea Brasileira) desloca o avião SC-105 Amazonas para tentar localizar o avião desaparecido

SÁBADO, 28

  • A mochila do piloto é localizada por pessoas em uma embarcação entre Itapema e Porto Belo. A mala com objetos pessoais do piloto também é encontrada.

DOMINGO, 29

  • As equipes que buscam o ultraleve modelo Conquest 180 localizam partes na aeronave na orla de Itapema. Uma lateral da fuselagem e uma roda do trem de pouso foram recuperadas.

SEGUNDA-FEIRA, 30

  • Mergulhadores do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina integraram as buscas. Eles mergulhavam em locais apontados pelo sonar

TERÇA-FEIRA, 31

  • Roda de avião desaparecido é encontrada na praia em Bombinhas

QUARTA-FEIRA, 1º

  • FAB encerra buscas com aeronave SC-105 Amazonas

QUINTA-FEIRA, 2

  • Bombeiros encerram buscas aquáticas.
  • Filho do piloto avisa que vai continuar buscas junto com empresa, mergulhadores e sonar
Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade