Publicidade
Terça-Feira, 18 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Exposição relembra 20 anos sem Cláudio Alvim Barbosa, o Zininho

Áudios, obras e objetos pessoais do artista estão na Galeria de Arte do Mercado Público até 22 de setembro

Andréa da Luz
Florianópolis
15/08/2018 às 21H56

"Um pedacinho de terra, perdido no mar. Num pedacinho de terra, beleza sem par..." Se você nasceu ou mora em Florianópolis há algum tempo, já deve ter ouvido essa música, composta pelo poeta ilhéu Cláudio Alvim Barbosa, o Zininho, e consagrada como Hino Oficial de Florianópolis há 50 anos. Para homenagear o cantor, compositor e poeta que declarou em prosa e verso seu amor à Ilha de Santa Catarina, uma exposição reúne objetos pessoais que pertenceram a Zininho - como roupas, óculos, coleção de moedas e equipamentos de áudio que faziam parte do estúdio que mantinha em casa no bairro Abraão, discos de vinil, microfones, livros e até um aparelho de rádio que ouvia quando criança.

Na exposição, que abriu na noite desta quarta-feira (15), no Mercado Público, também é possível ver troféus e condecorações. Chama a atenção uma coletânea de obras que têm Zininho como personagem, reunindo nomes como Plinio Verani, Alan do Berbigão, Picolé, Renato Franzoni, Frank Maia e outros artistas plásticos, fotógrafos, poetas, escritores, músicos e artistas da cidade que homenagearam o poeta com suas criações.

Uma escultura feita em tamanho real por Verani, em fibra de vidro, eterniza Zininho em um momento descontraído e permite aos visitantes tirarem fotografias como se partilhassem da mesa de bar com o artista. Também são de Verani duas pinturas em tela e dois esboços em aquarela retratando o compositor sozinho e com os amigos Adolfo Ziguelli (jornalista) e o cantor Luiz Henrique Rosa. Destaque também para a gravura "Sou ilhéu graças a Deus", de George Alberto Peixoto, o Picolé, e a pintura feita por Franzoni em 2012.

A exposição também relembra os 20 anos da morte do poeta, que completaria 90 anos de idade este ano. A curadoria é da filha de Zininho, a cantora Claudia Barbosa.

Exposição reúne acervo pessoal e obras relacionadas ao poeta Zininho, na Capital - Marco Santiago/ND
Exposição reúne acervo pessoal e obras relacionadas ao poeta Zininho, na Capital - Marco Santiago/ND

A exposição foi aberta na noite desta quarta-feira (15), com show "O gentleman do samba", em homenagem a Zininho, no vão central do Mercado Público. A apresentação reuniu Claudia Barbosa e outros artistas e instrumentistas da música catarinense que interpretaram marchinhas, sambas e sambas-canções que exaltam a Ilha, o amor e a vida do compositor.

De acordo com a superintendente da Fundação Franklin Cascaes, Roseli Pereira, a mostra foi selecionada por meio de edital público, por meio da fundação, e faz parte de uma série de ações que ocorrerão durante o ano para relembrar a vida e obra do poeta florianopolitano. Uma dessas ações são visitas guiadas e educativas com grupos e escolas que queiram conhecer mais detalhes sobre Zininho. Agendamentos podem ser feitos pelo telefone (48) 3333-9743.

Quem foi Zininho

Cláudio Alvim Barbosa nasceu em 8 de maio de 1929 na cidade de Biguaçu, mas cresceu no Largo 13 de Maio, na Capital, lugar que ficou eternizado em uma das quase 100 canções que ele compôs em seus 69 anos de vida. Arquivista compulsivo, o poeta registrou grande parte de sua história e reuniu o maior e mais importante acervo existente contendo a memória cultural, social e política de Florianópolis.

Na década de 1960, Zininho compôs diversos sambas-enredos para a escola Protegidos da Princesa e era figura conhecida na vida noturna da cidade. Foi produtor de programas de auditório, sonoplasta, criador de jingles, cantor, compositor, locutor, entre outras atividades. Morreu em 5 de setembro de 1998, no hospital Nereu Ramos, de enfisema pulmonar.

SERVIÇO

O quê: Exposição "Poeta Zininho: 20 anos de saudade"

Quando: 15/08 a 22/09, das 13h às 19h (segunda a sexta) e das 10h às 14h (sábados)

Onde: Galeria do Mercado Publico de Florianópolis

Quanto: Entrada gratuita

 

Publicidade

1 Comentário

Publicidade
Publicidade