Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Explosão em zona eleitoral deixa ao menos 31 mortos no Paquistão

Campanha eleitoral foi marcada por acusações de manipulação pelas Forças Armadas, intimidações à imprensa, candidatos ligados ao extremismo islâmico e série de atentados

Folha de São Paulo
São Paulo (SP)
25/07/2018 às 11H15

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um ataque a bomba deixou ao menos 31 mortos e 35 feridos em uma zona eleitoral da cidade de Quetta, no Paquistão, nesta quarta-feira (25). O país vota para eleger um novo premiê. 

Uma testemunha disse à agência de notícias Associated Press que viu uma moto se dirigir a um aglomerado de eleitores segundos antes da explosão. 

As eleições gerais vão transferir o poder de um governo civil para outro governo civil apenas pela segunda vez em 70 anos —a primeira foi em 2013.

A campanha eleitoral foi marcada por acusações de manipulação pela Forças Armadas, por intimidações à imprensa, pela presença de candidatos ligados ao extremismo islâmico e por uma série de atentados contra candidatos, o que fez com que esta fosse chamada de "a eleição mais suja da história".

A cidade de Quetta fica na província do Baluquistão, que foi palco do maior atentado de toda a campanha, quando um ataque suicida deixou cerca de 150 mortos.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade