Publicidade
Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 19º C

Ex-namorado diz que blogueira inventou agressões por não aceitar o fim do relacionamento

"Nunca fui na Unisul em Palhoça, onde ela fala que as agressões ocorreram lá", afirmou o empresário Murilo Bonato sobre as acusações feitas pela blogueira Mariana de Moraes

Colombo de Souza
Florianópolis
23/08/2017 às 08H49

O empresário de eventos Murilo Bonato, ex-namorado da blogueira e digital influencer, Mariana de Moraes, 27, negou as agressões, conforme ela o denunciou nas redes sociais e na Dpcami (Delegacia de Proteção à Criança, Mulher e Idoso) ao delegado Paulo Caixeta. Mariana disse que Bonato foi à Unisul, em Palhoça, onde ela estuda, e a espancou: “Ele me jogou contra o meu carro, pegou no meu braço, me arrastou e disse que eu nunca iria ter paz”.

Mariana de Moraes registrou e divulgou imagens com hematomas nos braços e no tórax provocados pelo agressor - Reprodução
Mariana de Moraes registrou e divulgou imagens com hematomas nos braços e no tórax provocados pelo agressor - Reprodução


No vídeo divulgado nas redes sociais, Mariana também alegou problemas no atendimento por parte das autoridades policiais e revelou ter “muito medo” diante da condição de vulnerabilidade. Ainda segundo a blogueira, a gota d’agua ocorreu na sexta-feira (18), quando o ex-namorado teria ludibriado a segurança do prédio onde ela mora, invadido o apartamento e agredido tanto ela quanto a mãe.

Na Dpcami, a Mariana repetiu as denúncias que postou nas redes sociais. Com base no depoimento dela, o delegado requisitou à Justiça medida protetiva para impedir que o ex se aproxime dela. A medida ainda não foi analisada pela Justiça. Caixeta ressaltou que Bonato será o último a ser ouvido no inquérito policial.

Porém, o repórter da RICTV Record Sérgio Guimarães conversou na terça-feira (22) com Bonato, que contou sua versão sobre os fatos. Ele afirmou que nunca foi ao campus da Unisul em Palhoça. Sobre a marca roxa no braço de Mariana, o empresário explicou que aquela mancha roxa ocorreu quando eles terminaram o namoro. “Ela esteve aqui em casa e não aceitou o fim do relacionamento e deu um tapa no meu rosto. Então, a peguei pelo braço e a levei até o elevador”, contou.

Bonato também não consegue acreditar na versão de Mariana sobre ele ter criado um perfil falso na internet para ameaçá-la de morte. “Isto não existe. Ela tem que provar”, afirmou.

Sobre agressões à mãe de Mariana, o empresário disse a acusação é sem cabimento. “Realmente passei na casa da mãe, onde estavam três pessoas: Mariana, o namorado e a mãe. Conversei com a mãe dela meia hora no elevador e com o namorado cerca de uma hora na calçada. Não agredi ninguém lá”, disse.

>> Confira abaixo a entrevista com o empresário:

Publicidade

22 Comentários

Publicidade
Publicidade