Publicidade
Sábado, 18 de Novembro de 2017
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 21º C

Evento De Bike ao Trabalho, em Florianópolis, incentiva pessoas a trabalharem de bicicleta

Nesta sexta-feira, use a bicicleta para sair de casa e faça parte do movimento

Felipe Alves
Florianópolis
Eduardo Valente/ND
Naiara Lima pedala 12 quilômetros todos os dias, de casa ao trabalho

 

O evento De Bike ao Trabalho, programado para esta sexta-feira em Florianópolis, quer incentivar a população a fazer o mesmo que a designer Naiara Lima, 27 anos, faz diariamente: usar a bicicleta para ir ao trabalho. Realizado simultaneamente em todo o país e inspirado no Bike To Work Day, que começou em 1953 nos Estados Unidos e se espalhou pelo mundo, o objetivo é atrair pessoas que queiram começar a pedalar. A proposta também é conscientizar organizações, empresas ou governos que queiram promover ações de incentivo à prática de pedalar para seus funcionários.

Naiara faz o trajeto Trindade-Estreito todos os dias e percorre 12 quilômetros em cerca de 35 minutos. Ela diz que tem sorte por fazer um trajeto em que há ciclovias em todo o percurso, mas também enfrenta dificuldades. “Além da falta de infraestrutura na cidade para os ciclistas, há a disputa pelo espaço com os motoristas, a falta de bicicletários e até mesmo o assédio dos homens”, diz a designer, que é a única em sua empresa a usar este meio de transporte. O tema ciclovias é a bandeira do Notícias do Dia e será tratada em reportagens durante todo o ano.

No Brasil, a campanha é promovida pela Bike Anjo, organização de ciclistas que ajuda gratuitamente outras pessoas que queiram se aventurar a andar de bicicleta. Para participar do evento de amanhã, basta solicitar orientação da Bike Anjo pelo site www.bikeanjofloripa.com ou então pegar a bicicleta e ir pedalando para o trabalho. “Queremos incentivar as pessoas a irem para o trabalho todos os dias de bicicleta. Quem ainda não vai, pode começar agora, é um evento para todos”, diz Vinícius Rosa, coordenador da Bike Anjo em Florianópolis.

O terceiro desafio, lançado esta semana pela Bike Anjo, propõe que, além de ir de bicicleta ao trabalho, as pessoas dêem carona para algum amigo ou colega de trabalho. A ideia é levar mais uma pessoa para o mundo da bicicleta. Depois, essa experiência pode ser registrada em um vídeo ou foto e publicada no Youtube, Facebook ou twitter com a hashtag #debikeaotrabalho.

Desafios e dificuldades compartilhados

Quem participar do evento também pode compartilhar sua história. A ideia é compartilhar as dificuldades pelas quais passou durante o percurso, a distância percorrida, por que usa a bicicleta, e quais os desafios pelos quais passou, como as subidas, calor e fluxo de trânsito. Os depoimentos podem ser enviados para o site www.debikeaotrabalho.org.

Apesar dos obstáculos, como a falta de ciclovias e bicicletários e conectividade precária entre as ciclovias, a bicicleta é um meio de transporte energeticamente eficiente, econômico e não poluente. Segundo Daniel de Araújo Costa, vice-presidente da Viaciclo (Associação dos Ciclousuários da Grande Florianópolis), que apoia o evento de amanhã, outro entrave é a falta de conscientização dos motoristas. “É uma questão de respeito. O problema maior não é a falta de vias e sim a falta de respeito dos motoristas. Mas falta muita vontade política também. Temos excesso de carros nas ruas. Mobilidade urbana não é ter mais ou menos congestionamento, mas também poder escolher o transporte que você quer utilizar todos os dias”, diz.

 

COMO ADERIR
Para ir de bicicleta ao trabalho

- Revise a bicicleta: Garanta que freios, câmbio, corrente e pneus estejam bem regulados. Para ter mais conforto, equipe a bicicleta com bagageiro. E não esqueça das luzes traseira e dianteira.

- Planeje a rota: Monte seu trajeto ao trabalho por caminhos alternativos às vias principais. Pratique no fim de semana e participe de pedaladas em grupo para ganhar preparo.

- No trabalho: Pergunte na sua empresa se tem onde deixar a bicicleta e, caso não houver, tente mostrar os benefícios de estimular essa prática.

- Prepare a mochila: Sempre tenha água e uma capa de chuva para os momentos inesperados. Para não transpirar tanto, use uma roupa leve e na mochila coloque a roupa de trabalho e uma toalhinha.

- Pedale com tranqüilidade: Opte por horários mais cedo, quando o trânsito está mais calmo e o sol mais fraco. Não tenha pressa – você vai chegar mais rápido e irá transpirar menos. À noite, não se esqueça de sempre manter as luzes dianteira e traseira da bicicleta acesas.

- Se envolva: Conheça organizações, coletivos, movimentos ou passeios ciclísticos para se juntar a outras pessoas que pedalam por aí.

Fonte: Bike Anjo

 

Por que você deve pedalar até o trabalho

Tempo - Quem pedala para o trabalho descobre que economiza tempo. Pode até ser mais rápido do que ir de carro. Além disso, o uso da bicicleta evita perder tempo preso no trânsito e à procura de vaga para estacionar.

Economia - Após o investimento inicial na compra da bicicleta e dos equipamentos (tranca, capacete, luvas), pedalar passa a ser o modo mais barato de transporte na cidade. Além da economia de combustível, a manutenção de rotina custa muito menos que os gastos com um automóvel.

Boa forma e saúde - Pedalar pode ser um ótimo exercício cardiovascular, além de proporcionar benefícios para a circulação e o tônus muscular de suas pernas. Andar de bicicleta é uma atividade física de baixo impacto, o que significa que é um bom exercício com baixo risco de lesões.

Bem-estar mental - Pedalar é diversão. Andando de bicicleta o sangue é melhor bombeado para o cérebro. Ao chegar ao trabalho, uma sensação de paz e tranquilidade invade sua mente – é a endorfina atuando muito mais enquanto você se exercita.

O argumento ecológico – Bicicletas não utilizam combustíveis fósseis, não aumentam o efeito estufa, não emitem poluentes como monóxido de carbono, não contribuem para os altos índices de problemas respiratórios e não poluem as águas.

Fonte: Associação Transporte Ativo e do Mountain Bike BH

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade