Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Estelionatário usa nome de técnico e do Guarani de Palhoça para aliciar atletas

Sergio Ramirez, técnico do Guarani de Palhoça, alerta para golpista que está usando de nomes falsos para lucrar em cima de sonhos e atletas

Diogo de Souza
Florianópolis
23/07/2018 às 20H27

O técnico do Guarani de Palhoça registrou um boletim de ocorrência na última quinta-feira (19) junto a delegacia da Polícia Civil do município, revelando um caso de suposto estelionato. No registro, Sérgio Ramirez, 66 anos, relata que um indivíduo vem usando o seu nome para aliciar atletas de todas idades para “jogar” no clube palhocense, mediante pagamento de taxas.

Além do registro oficial, Sergio Ramirez tem usado seu perfil em redes sociais para desmentir o golpista. O site do Guarani também consta uma “nota de esclarecimento”, onde detalha “sobre tentativas de golpes financeiros que estão sendo aplicados com o uso indevido do clube e o nome do treinador, Sergio Ramirez”.

Ainda segundo a nota, o clube recebeu informações de que havia uma postagem no Facebook, “convocando” jogadores e interessados para disputar a “segunda divisão catarinense”.

A nota alerta ainda que o criminoso solicita que os atletas interessados façam depósitos bancários para a garantia da “vaga” ou do “teste”.

Em contato com o técnico, ele revelou que não é a primeira vez. Ainda no ano passado, havia recebido informações que um indivíduo, que diz não saber se é o mesmo, usava do seu nome para ludibriar atletas. “Desde o ano passado, ele fez isso comigo já, mas acabou dando uma parada. Sei que ele também usou do mesmo método com o nome de outros clubes como Hercílio Luz”, revelou.

Sergio contou que ele tem mais de 60 prints com conversas entre o estelionatário e dois atletas.

“Eu não sei porque ele usa meu nome e não seu porque ele me escolheu, mas garanto que se eu soubesse essa história não ficaria assim”, revoltou-se.

Ramirez postou, nesta segunda-feira, diversos alertas sobre o falsário e atitude dele.

Segue a nota,  na íntegra, publicada no site do Guarani:

GUARANI DE PALHOÇA vem a público esclarecer sobre tentativas de golpes financeiros que estão sendo aplicados com o uso indevido do Clube e o nome do treinador de atletas, Sergio Ramirez.

A GUARANI DE PALHOÇA tomou conhecimento que alguns ATLETAS têm recebido através de contatos telefônicos ou mensagens de textos em seus celulares a informação de que temos interesse na contratação de atleta para atuar no time principal, inclusive com divulgação falsa no facebook, com os seguintes dizeres:

“oportunidade para disputar a segunda divisão do catarinense pelo Guarani de Palhoça interessados deixa o zap”. (fonte: https://www.facebook.com em 01/08/2017>).

Utilizando-se da confiança que os ATLETAS têm com o GUARANI DE PALHOÇA e o treinador Sergio Ramirez, por meio de tais contatos também é solicitado que o atleta realize depósitos bancários como condição para recebimento da suposta vaga e ou teste.

No entanto, o GUARANI DE PALHOÇA esclarece que, de maneira nenhuma, solicita a realização de depósito bancário pelo ATLETA em suas contratações. Sendo que jamais foi autorizado o uso de seu nome ou de seus colaboradores para esta finalidade.

Por esse motivo, e para reafirmar o nosso compromisso de seriedade e zelo com a prática desportiva, informamos que tais ações criminosas são praticadas por pessoas mal intencionadas e que não existem quaisquer divulgação pública de contratação de atleta por parte do GUARANI.

Pedimos a todos os atletas total atenção, caso sejam contatados, em nome do GUARANI DE PALHOÇA, e ou em nome de Sergio Ramirez, NÃO EFETUE qualquer pagamento ou deposite qualquer quantia. Denunciem imediatamente as autoridades policiais ou entrem em contato conosco.

Aproveitamos a oportunidade para solicitar que divulguem esta nota a fim de impedir que pessoas de bem caiam em golpes desta natureza.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade