Publicidade
Terça-Feira, 20 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Esquerda de Florianópolis não deve manifestar apoio a nenhuma das candidaturas no 2º turno

PSOL e PC do B fizeram juntos 61 mil votos no primeiro turno

Fábio Bispo
Florianópolis
14/10/2016 às 10H20

As conversas das chapas de Gean Loureiro (PMDB) e Angela Amin (PP) em busca de apoio para o segundo turno não devem prosperar entre os partidos de esquerda. O PCdoB de Angela Albino descartou possibilidade de apoio a qualquer uma das candidaturas.

O PSOL de Elson Pereira, que bateu 51 mil votos, ficando em terceiro lugar, se reúne na próxima semana para definir posicionamento.

A decisão do PCdoB foi tomada terça-feira. Segundo o partido, “o campo popular não está representado no segundo turno e as duas opções colocadas para a decisão do eleitor fazem parte do mesmo núcleo que se reveza no poder há 20 anos”.

Angela Albino - Divulgação/ND
Angela Albino - Divulgação/ND


Também contribui para a decisão dos comunistas o fato de que tanto Angela quanto Gean compõem a base de sustentação do governo Michel Temer, acusado de ter “rompido com a democracia”. No primeiro turno, Angela Albino e Gabriel Kazapi (PT) fizeram 10.581 votos, ficando em quinto.

O PSOL, que chegou a ingressar com recurso na Justiça Eleitoral para impugnar a candidatura de Angela devido decisão do STJ, deve reunir sua executiva na próxima segunda-feira para debater o assunto. As chances de apoiar um ou outro são remotas, mas o partido só deverá ter uma posição oficial após uma plenária.

O único apoio declarado até o momento é o do PSB de Murilo Flores à candidatura de Angela. Murilo ficou em quatro lugar, com 22.809 votos.

Elson vai ao TRE-SC fazer a reclamação - Fábio Bispo/ND
Elson Pereira- Fábio Bispo/ND



Publicidade

2 Comentários

Publicidade
Publicidade