Publicidade
Sexta-Feira, 24 de Março de 2017
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 21º C

Escola é arrombada pela terceira vez em menos de um mês em Florianópolis

Câmeras de monitoramento mostram a mesma pessoa levando objetos de dentro da instituição

Redação ND
Florianópolis
20/03/2017 às 12H00

Diretores, professores e alunos da Escola de Educação Básica Getúlio Vargas, no bairro Saco dos Limões, em Florianópolis, estão apreensivos com os constantes arrombamentos que a unidade sofre desde o fim de fevereiro. Foram três roubos até agora, sendo o último neste domingo (19).

Escola Getúlio Vargas, no Saco dos Limões, foi arrombada três vezes em menos de um mês - Henrique Zanotto/RICTV/ND
Escola Getúlio Vargas, no Saco dos Limões, foi arrombada três vezes em menos de um mês - Henrique Zanotto/RICTV/ND

De acordo com a direção da escola, as câmeras de monitoramento mostram sempre a mesma pessoa no interior da unidade, um rapaz, aparentemente maior de idade. Apesar disso, a suspeita é de que mais gente esteja envolvida e fique esperando pelo lado de fora do colégio, pela quantidade de pertences levados.

“Temos um reflexo da impunidade. Eles roubam objetos, arrombam os portões, janelas e as portas, comem aqui dentro e até defecam. É um deboche da educação”, diz uma funcionária da unidade.

Ainda conforme a direção, já foram levados botijões de gás, R$ 700 em dinheiro, uniformes, cadeados, extensões, aparelho de rádio, micro-ondas e outros pertences. Neste domingo, o autor dos roubos chegou a ser visto por um vizinho da unidade, que estranhou os barulhos e entrou na escola para ver o que acontecia. Ao ser visto pelo morador, o ladrão fugiu.

A direção afirmou que a segurança precária faz com que a escola fique mais suscetível aos arrombamentos. “Antigamente havia vigilância 24 horas, mas há seis anos isso foi reduzido. Hoje, temos apenas um vigia, entre as 7h e as 19h, em dias de semana. No mais, só as câmeras de monitoramento mesmo”, conta a funcionária.

A escola informou que os boletins de ocorrência foram gerados on-line e que as imagens das câmeras também foram encaminhadas à polícia. Segundo informações da 2ª Delegacia de Polícia da Capital, que fica no mesmo bairro, após o boletim de ocorrência eletrônico, a equipe de investigações repassa o caso à delegacia responsável. Até as 10h desta segunda-feira, a delegacia ainda não havia recebido a notificação.

Apesar dos arrombamentos, as aulas na unidade continuam normais nesta segunda-feira. A Secretaria do Estado da Educação informou, por meio de nota, que "está trabalhando com a Secretaria de Segurança Pública para evitar novos arrombamentos na Escola de Educação Básica Getúlio Vargas".

A Secretaria também reforçou que o sistema de vigilância interno da escola já identificou o suspeito e que as imagens foram encaminhadas para as autoridades, que estão investigando o caso. "A unidade de ensino já conta com segurança eletrônica e humana, mas a SED, com o apoio da comunidade, vai estudar meios de coibir novos arrombamentos", finalizou. 

Funcionários do colégio encontraram os armários revirados nesta segunda-feira - Divulgação/ND
Funcionários do colégio encontraram os armários revirados nesta segunda-feira - Divulgação/ND



Publicidade

0 Comentários