Publicidade
Sexta-Feira, 21 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 17º C

Escola de Florianópolis pede ajuda dos internautas para comprar livros

Um financiamento coletivo on-line está aberto para que a escola consiga arrecadar R$ 5.000

Dariele Gomes
Florianópolis
31/03/2017 às 17H54

O livro tem o poder de fazer mágica por meio das palavras. Palavras que podem transformar um indivíduo, uma família, uma comunidade inteira. Pensando nesse poder e nos benefícios dessa arte, a bibliotecária Aline Cipriano, do Centro Educacional Marista Lúcia Mayvorne, no Monte Serrat, região central de Florianópolis, mobilizou os alunos e a comunidade para uma campanha para investir em novos livros. Desde o dia 13 está aberto o financiamento coletivo pela internet, uma “vaquinha” on-line que acontece até 7 de maio. As doações começam em R$ 5.“Pouca coisa foi doada até agora, nem R$ 200. Mas não vamos desistir dessa luta”, diz.

Alunos e a comunidade usam a biblioteca do colégio - Daniel Queiroz/ND
Alunos e a comunidade podem fazer pesquisas na biblioteca do colégio - Daniel Queiroz/ND



Conforme Aline,o centro educacional tem cerca 550 alunos, divididos em ensino fundamental I, fundamental II e ensino médio. “Começamos a perceber que com o tempo esses alunos do fundamental II e ensino médio estavam ficando desinteressados pela leitura e dispersando para outras coisas. Resolvemos criar o projeto Café com Leitura, voltado a esses adolescentes, mas como o projeto existe há três anos vimos que precisaríamos de novos livros de literatura juvenil para continuar atraindo os alunos e a comunidade”, explica.

A bibliotecária explica que o Café com Leitura não tem a intenção apenas de ter o jovem praticando a leitura, mas por meio dela construir mediadores, contadores e pesquisadores. “Além disso, é através desses jovens que levaremos a leitura para a comunidade toda. Nesse projeto também trabalhamos oralidade, expressão corporal, escolha da obra e a escolha do repertório. É um trabalho fundamental nessa idade da vida deles”, diz.

O acervo da biblioteca do Centro Lúcia Mayvorne conta com 10,5 mil livros. Segundo Aline, o objetivo da campanha é arrecadar no mínimo R$ 5.000, para a aquisição de pelo menos 300 livros.

“É da comunidade para a comunidade”

Aluno do 6º ano e integrante do projeto Café com Leitura, Rodrigo Rodrigues Paz Júnior, 12, conta que a biblioteca precisa de novos livros. “É da comunidade para a comunidade. Precisamos dessa ajuda. Venho todos os dias aqui ler, e já consegui trazer um amigo e meu irmão para a leitura. Para eles já se tornou um hábito, não precisam nem mais de convite”, diz enquanto fazia uma pausa da leitura do livro “Comédias para se ler na escola”, de Luis Fernando Veríssimo.

As amigas Mariana Alves da Silva, Kaillayne Simão e Laysa Catrine de Lima Geraldo, todas de 13 anos, dizem que estão divulgando a campanha para conhecidos. “Nós precisamos ter livros atraentes, que nos segurem na leitura. Hoje é muito fácil dispersar para outras atividades, mas temos consciência de que o livro pode ser nosso pilar”, destaca Mariana.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade