Publicidade
Quarta-Feira, 14 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 30º C
  • 22º C

Empresa recorre sobre licitação e atrasa início de recuperação das pontes em Florianópolis

Construídas nas décadas de 70 e 90, as pontes Colombo Salles e Pedro Ivo Campos estão sem manutenção. Secretário de Infraestrutura aguarda financiamento e discussão sobre a modalidade da licitação

Michael Gonçalves
Florianópolis
05/07/2017 às 22H53

As obras de recuperação das pontes Colombo Salles e Pedro Ivo Campos, em Florianópolis, não têm previsão para começar. Segundo o secretário de Estado de Infraestrutura, Luiz Fernando Vampiro, o governo aguarda um parecer jurídico sobre o recurso da empresa não habilitada para a licitação de fiscalização da obra. O projeto para a manutenção foi elaborado pelo Deinfra (Departamento Estadual de Infraestrutura) e o valor da reforma será de R$ 29 milhões com um prazo de 36 meses. A licitação para a obra foi concluída e o governo também aguarda pelo financiamento do Banco do Brasil.

Projeto do Deinfra para a manutenção das pontes prevê gasto de R$ 29 milhões e prazo de três anos para conclusão - Flávio Tin/ND
Projeto do Deinfra para a manutenção das pontes prevê gasto de R$ 29 milhões e prazo de três anos para conclusão - Flávio Tin/ND


Vampiro informou que a secretaria não quer gastar recursos públicos com reparos paliativos. “A partir do momento que homologamos as vencedoras das licitações, uma empresa não habilitada entrou com recurso e, assim, não podemos assinar as ordens de serviço. Acreditamos que em curto espaço de tempo poderemos ter notícias positivas, porque também dependemos de um financiamento BB3 do Banco do Brasil, que também vai viabilizar a obra de revitalização da SC-401”, explicou.

Inauguradas em março de 1975 (Colombo Salles) e março de 1991 (Pedro Ivo), as únicas ligações da Ilha-Continente recebem mais de 190 mil veículos por dia. A Colombo Salles está com as passarelas de pedestres interditadas por falta de manutenção. Em 2013, a Capitania dos Portos chegou a proibir a navegação sob a ponte pelo risco das placas de concreto que caíam no mar.

No ano seguinte, o MP-SC (Ministério Público de Santa Catarina) ajuizou uma ação civil pública cobrando a manutenção imediata das pontes. A polêmica está na modalidade e o tipo de licitação empregada pelo governo. O Deinfra utilizou a modalidade de pregão eletrônico, que é exclusiva do tipo menor preço. “A empresa não habilitada para o contrato de fiscalização questiona essa modalidade”, explicou o engenheiro Valdir Caramelo, da Diretoria de Operações do Deinfra.

Ferrugem à mostra na Pedro Ivo Campos

Preocupado, o taxista José Maria da Silva, 64 anos, encontrou o governador Raimundo Colombo nesta quarta-feira (5) no Terminal Rodoviário Rita Maria e aproveitou para questionar sobre a situação das pontes. Natural de Belém (PA), José Maria mora em Florianópolis há seis anos. “É impossível não reparar na ferrugem da estrutura da ponte Pedro Ivo. A parte metálica à mostra não deixa dúvida que há décadas não se faz uma manutenção na única ligação do Continente para a Ilha”, lamentou o taxista.

Atualmente, apenas uma passarela para pedestres e ciclistas está aberta na ponte Pedro Ivo. Os acessos às outras passarelas estão bloqueados, mas pessoas em situação de rua passam pelos tapumes e fixam residência na estrutura.

Ao lado do filho Flávio, 17, o funcionário público Oldair Schroeder, 53, passeia de bicicleta pela passarela. “A corrosão é visível quando a gente passa pela passarela. Pedaços de metal estão descolando das vigas metálicas. Quando a maré está baixa dá para ter noção da ferrugem na estrutura submersa”, ressaltou.

Estrutura e movimento das pontes

190 mil veículos por dia (carros, caminhões, ônibus e motos que cruzam as pontes diariamente) 

Ponte Colombo Salles: Inaugurada em 1975, tem 1.227 metros de comprimento e foi projetada para um fluxo de 40 mil veículos por dia

Ponte Pedro Ivo Campos: Inaugurada em 1991, tem 1.252 metros de comprimento e foi projetada para um fluxo de 40 mil veículos por dia

Publicidade

2 Comentários

Publicidade
Publicidade