Publicidade
Terça-Feira, 20 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Emergência do Hospital Regional de São José foi fechada por superlotação

O atendimento pela manhã foi realizado apenas para casos mais graves, fraturas e pacientes encaminhados por ambulância

Redação ND
Florianópolis
03/05/2017 às 15H47

A emergência do Hospital Regional, em São José, está superlotada e nem todos que procuraram atendimento foram atendidos na manhã e começo da tarde desta quarta-feira (3). Segundo o Sindsaúde (Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimento de Saúde Pública Estadual e Privado de Florianópolis e Região), a emergência chegou a ficar de portas fechadas para pacientes externos, recebendo apenas pessoas com fraturas ou encaminhadas pela ambulância. Em alguns casos, era feita uma triagem do lado de fora do hospital e a recomendação de buscar outras unidades de saúde.

Por volta das 14h30, a equipe de reportagem do Notícias do Dia ligou para emergência do hospital e também foi informada que a emergência está funcionando de portas fechadas, com atendimento apenas para fraturas e pacientes encaminhados por ambulância. Apesar disso, a secretaria de Estado da saúde nega que a emergência tenha fechado. Segundo os funcionários, mais de 140 pacientes aguardavam atendimento. De acordo com os pacientes que aguardavam atendimento, as portas ficaram fechadas pela manhã e foram reabertas às 13h. Na entrada foi mantida uma faixa assinada pelo sindicato informando sobre a falta de funcionários. 

No meio da tarde as portas da emergência estavam abertas com uma faixa falando sobre a falta de funcionários - Marco Santiago/ND
No meio da tarde as portas da emergência estavam abertas com uma faixa falando sobre a falta de funcionários - Marco Santiago/ND



De acordo com a direção do sindicato, no período da manhã os funcionários da enfermagem encaminharam um ofício à direção do hospital informando sobre a situação da superlotação e impossibilidade de atender a todos os pacientes que estavam no local. Ainda segundo o Sindsaúde, após a entrega do ofício a direção do hospital acatou a solicitação dos funcionários e determinou o fechamento da emergência, por volta das 10h30, até que a equipe conseguisse dar vazão aos pacientes que já estavam no local.

Segundo os funcionários, o setor de emergência do hospital estava com 93 pacientes internados, sendo 14 em poltronas e 38 em macas nos corredores. Além disso, os servidores reclamam também da falta de condições de trabalho adequadas e de material. Vivian Haviaras, diretora do Sindsaúde disse que o assunto esta sempre na pauta de negociação e que “há pacientes demais”.

“Mesmo com número normal de pessoas os funcionários já não dão conta porque faltam funcionários, a abertura de concurso também é nossa pauta. A questão maior é que o hospital atende a população da Grande Florianópolis e não tem outro atendimento na região, o Regional que recebe toda essa população da região”, disse.

A Secretaria de Estado da Saúde informou por meio de nota que a emergência está funcionando, que a unidade está superlotada, mas mantém o atendimento.

Confira a nota na íntegra:

“A Emergência do Hospital Regional de São José, na Grande Florianópolis, está funcionando.

A Unidade está superlotada, mas mantém o atendimento.

A respeito da denúncia do SindiSaúde referente à falta de papel toalha, tocas e sabonete líquido para pacientes e funcionários, a Secretaria de Estado da Saúde esclarece que tais materiais não estão faltando no Hospital Regional de São José.”

>> Veja o documento encaminhado à direção do hospital nesta quarta

Documento enviado pelos funcionários para a direção do hospital - Reprodução/ND
Documento enviado pelos funcionários para a direção do hospital - Reprodução/ND



Documento enviado por funcionários para a direção do hospital - Reprodução/ND
Documento enviado por funcionários para a direção do hospital - Reprodução/ND



Publicidade

1 Comentário

Publicidade
Publicidade