Publicidade
Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 18º C

Em visita a Florianópolis, ministro oficializa repasse de R$ 120 mi para saúde em SC

Carlos Marun, ministro da Secretaria de Governo, participou de coletiva com o governador em exercício, Eduardo Pinho Moreira

Redação ND
Florianópolis
29/03/2018 às 15H53

Na manhã desta quinta-feira (29), o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, oficializou junto ao governador em exercício Eduardo Pinho Moreira o repasse de mais R$ 20 milhões a Santa Catarina. Os recursos totais formalizados são de R$ 120 milhões, já que R$ 100 milhões foram confirmados pelo presidente Michel Temer ao governador na última semana.

Ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, oficializou junto ao governador em exercício Eduardo Pinho Moreira o repasse ao Estado - Julio Cavalheiro/Secom/Divulgação
Ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, oficializou junto ao governador em exercício Eduardo Pinho Moreira o repasse ao Estado - Julio Cavalheiro/Secom/Divulgação


A partir de abril, estes valores anunciados para atender os serviços de média e alta complexidade serão incorporados à Saúde, que com isso passa a dispor de R$ 10 milhões mensais, garantidos em portaria publicada nesta quinta-feira, no Diário Oficial da União. Os valores foram pleiteados em conjunto com o Fórum Parlamentar Catarinense.

O anúncio foi realizado em coletiva de imprensa nesta quinta-feira, no Centro Administrativo, em Florianópolis. O secretário da Saúde, Acélio Casagrande, e representantes do Fórum Parlamentar Catarinense, deputados federais Carmen Zanotto, Jorginho Mello e Rogério Peninha Mendonça, acompanharam a oficialização.

“Temos ainda os 14% da receita líquida do Estado que estamos investindo na Saúde. Essas ações vão manter em dia e melhorar o atendimento de forma significativa. Saúde não pode ser atividade meio, tem que ser atividade fim e a finalidade é cuidar das pessoas e é isto que estamos fazendo”, disse Pinho Moreira. O ministro Marun explicou que o Governo do Estado demonstrou a necessidade dos recursos para a Saúde, e o presidente Michel Temer entendeu como justo o pleito.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade