Publicidade
Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 19º C

Em sete meses, PRF atende a 700 acidentes envolvendo motociclistas na Grande Florianópolis

Os dados são dos primeiros sete meses de 2017; nove pessoas morreram no período

Diogo de Souza
Florianópolis
30/08/2017 às 10H14

Entre janeiro e julho de 2017, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) atendeu a 701 acidentes envolvendo motocicletas nas rodovias BR-101 e BR-282, número que vem preocupando os agentes, já que essa estatística só inclui os trechos que cortam os municípios de Florianópolis, Palhoça, São José e Biguaçu. Nesse período, nove pessoas morreram e 601 ficaram feridas.  

Para o agente Carlos Possamai, do Núcleo de Comunicação da Polícia Rodoviária Federal, os “números que assustam”. “Alguns motociclistas agem com imprudência e confiança excessiva”, aponta. Os dias com maior número de ocorrências são segundas e sextas-feiras, quando há mais movimento nas rodovias, com destaque para os horários de pico, das 6h às 8h e 18h às 20h. O número de mortes no período só leva em consideração os óbitos na rodovia. Por causa disso, Possamai estima que esse número dobre porque muitas vítimas morrem após o atendimento nos hospitais. 

O agente ainda destaca que nos finais de semana o índice de acidentes cai 40%. “Por vezes o motociclista deixa de tomar cuidado com ele mesmo. É preciso uma condução com mais segurança e transitar de maneira mais prudente”.

Publicidade

2 Comentários

Publicidade
Publicidade