Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Em discurso de posse, Alckmin pede "oposição responsável" e diz que vai governar para todos

Tucano assumiu neste sábado seu terceiro mandato à frente do Palácio dos Bandeirantes

Patrícia Marcidelli Peron
Florianópolis

Edson Lopes/R7

Alckmin: atendimento hospitalar humanizado para todos

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), pediu responsabilidade à oposição e prometeu governar para todos os paulistas, durante a cerimônia de sua posse, realizada na manhã deste sábado (1º) na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo).

Depois de ouvir o Hino Nacional, prestar juramento à Constituição e assinar sua ata de posse, Alckmin leu um rápido discurso. Ele começou lembrando a redemocratização do Brasil na década de 80 e seus reflexos para o Estado de São Paulo. "O povo se mobilizava. O retorno das eleições diretas para governador conduziu Franco Montoro e Orestes Quércia, intensificando as lutas."

Essa não foi a única menção ao ex-governador Quércia, morto no final do ano passado. O tucano prestou uma homenagem à família do ex-governador durante os cumprimentos que antecederam seu discurso. Quando começou seu pronunciamento, falou direto aos paulistas. Médico de formação, prometeu “trabalhar com ardor para que, dos recém-nascidos aos idosos, todos tenham atendimento hospitalar humanizado”.
"Nenhum paulista será deixado para trás. Novamente convocaremos os segmentos da sociedade para fechar parceira."

Ao dizer que sempre lutou pela democracia, lembrou que volta pela terceira vez ao Palácio dos Bandeirantes “trazido pelo voto popular”. "Retorno a esta casa mais vivido e com o mesmo animo e desejo de trabalhar por São Paulo e pelos paulistas."
 Ele agradeceu  a seus “colaboradores leais”, especialmente os integrantes de seu secretariado, e pediu que os deputados estaduais cumprissem com seu trabalho de fiscalizá-lo.
" Assumo o governo perante o Poder Legislativo expressando o direito de ser cobrado pelos meus atos."

Ele concluiu defendendo a liberdade de imprensa e pedindo um bom relacionamento com a oposição. "Conto com uma oposição responsável, que proponham o diálogo. Aguardo uma interlocução permanente." Aplaudido de pé, Alckmin disse que vai governar “especialmente para os mais humildes". " Trabalharei pelo desenvolvimento de São Paulo da única forma que os paulistas admitem: trabalhando pelo desenvolvimento do Brasil."

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade