Publicidade
Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 18º C

Eletrobras dá mais prazo para venda de distribuidoras

Leilão das empresas estava marcado para 26 de julho, mas entraves legais e no Congresso dificultam cumprimento do cronograma

Folha de São Paulo
Rio de Janeiro (RJ)
29/06/2018 às 22H07

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A Eletrobras propôs aos seus acionistas postergar o prazo limite para se desfazer do controle das seis distribuidoras de energia que o governo tenta privatizar. O leilão das empresas já está marcado para o dia 26 de julho, mas entraves legais e no Congresso dificultam o cumprimento do cronograma. 

A estatal havia definido o dia 31 de julho como prazo limite para permanecer operando as distribuidoras, independente de concretizada a privatização. Agora, propõe a seus acionistas esticar o prazo para 31 de dezembro. É a segunda prorrogação - o primeiro prazo venceu no fim de 2017.

O tema será discutido em assembleia de acionistas agendada para o dia 30 de julho, informou a estatal em comunicado divulgado nesta sexta (29). 

A avaliação do governo é que, mesmo que o leilão seja realizado, será preciso estender o prazo para dar tempo de resolver entraves burocráticos e legais para a transferência da operação aos novos donos.

A Eletrobras vai vender seis distribuidoras, que operam no Amazonas, Acre, Roraima, Rondônia, Alagoas e Piauí. O processo, porém, depende de aprovação do Congresso e está sendo questionado por ações dos estados no STF (Supremo Tribunal Federal).

As empresas foram transferidas à estatal após o processo de privatização do setor, nos anos 1990, e vêm registrando prejuízos recorrentes. O governo alega que a iniciativa privada pode aumentar a eficiência das operações.

As distribuidoras serão vendidas pelo valor simbólico de R$ 50 mil, além do compromisso com investimentos na melhoria do serviço prestado. Para limpar o balanço das empresas, a Eletrobras assumiu cerca de R$ 11 bilhões em dívidas.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade