Publicidade
Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 18º C

Direção da ANTT vem a Florianópolis para apresentar traçado definitivo para contorno viário

A reunião provocada pela comissão de transportes e desenvolvimento urbano da Alesc terá presença dos prefeitos das regiões por onde passará a obra e da autopista

Letícia Mathias
Florianópolis

O diretor-geral da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), Jorge Bastos, virá a Florianópolis nesta sexta-feira (19) para apresentar e esclarecer definitivamente o traçado completo do contorno viário da Grande Florianópolis à comissão de transportes e desenvolvimento urbano da Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina). A área técnica da ANTT garantiu que não haverá mudança no traçado, a reunião servirá para apresentar o traçado final e uma alternativa para o entroncamento Sul, que será discutida na reunião. Porém, não detalhou qual e como seria esta alternativa.

Rosane Lima/Arquivo/ND
Traçado definitivo será apresentado na Assembleia Legislativa de Santa Catarina

 

Prefeitos e demais autoridades que acompanham o assunto devem participar do encontro. A proposta surgiu da comissão da Alesc após uma visita ao diretor em Brasília, no mês de abril, que buscou esclarecer a possibilidade de mudança no traçado do projeto apresentado em audiência pública. O trajeto do contorno foi discutido e modificado diversas vezes e por último ficou definido um trecho de 50 quilômetros de pista dupla que abrange os municípios de Biguaçu e São José e Palhoça. São José é o município mais avançado em obras.

De acordo com o presidente da comissão, deputado estadual João Amin, o objetivo principal é sanar de vez todas as dúvidas sobre a obra e ter a garantia de que não haverá nova modificação no traçado. Segundo ele, qualquer proposta de mudança pode levar a obra a começar do zero novamente, inviabilizando o término dentro do prazo previsto atualmente, que é para 2018. “Será uma reunião inédita aqui em Santa Catarina é a primeira vez que o projeto é apresentado assim, completo com todos os licenciamentos ambientais”, afirmou.

Um representante da Autopista litoral Sul, concessionária da BR-101 e responsável pelas obras do contorno viário, também participará da reunião. A assessoria de imprensa da empresa afirmou que conhece a demanda a respeito da alternativa que será discutida na reunião, mas não cabe à empresa definir alterações. Além disso, afirmou que trabalha de acordo com o projeto aprovado pela ANTT e pelo Ibama e que se houver alteração serão feitos os ajustes adequados.

O prefeito de Palhoça, Camilo Martins, município que concentra mais dificuldades em relação às desapropriações para passagem do contorno, também confirmou presença na reunião e ressaltou que discorda de alguns pontos por onde passa o traçado, especialmente no trecho entre as rodovias BR-282 e BR-101. “Quero que as obras comecem em Palhoça o quanto antes, mas que paguem as devidas indenizações, o que é justo. Sou totalmente favorável à obra, mas naquele trecho acho que pode ser rediscutido porque vai cortar a cidade no meio e tornar a obra ainda mais cara”, disse ele que acredita em possíveis definições diferentes a partir da reunião com a ANTT.  

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade