Publicidade
Quinta-Feira, 20 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 23º C
  • 18º C

Dia D da vacinação contra a poliomelite e o sarampo é neste sábado (12) em todo o Brasil

Em Florianópolis, mais de 60 postos volantes estarão localizados em pontos estratégicos da cidade e as unidade de saúde ficarão abertas

Emanuelle Gomes
Florianópolis

Toda Santa Catarina estará mobilizada neste sábado para o DIA D da vacinação contra a poliomelite e o sarampo As duas doenças já foram erradicadas no país, mas, neste ano, o Brasil já registrou sete casos de sarampo importados de outros países. Florianópolis não apresenta nenhum caso desde 2005, entretanto, em 2011, registrou 21 casos suspeitos, dois ainda estão sendo investigados. Com relação à poliomelite, o último caso autóctone (contraído em território nacional) registrado no Brasil foi em 1989, sendo que, em 2004, o país recebeu o certificado internacional de erradicação da doença.

Porém, a gerente de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, Monich Cardoso, explica que há risco das doenças retornarem ao país, por isso a importância da vacinação. “Como estão presentes em outros países, as crianças que não tiverem a defesa podem pegar a doença trazida por pessoas de fora”, garante. A campanha atual tem o objetivo de vacinar crianças entre um ano e menores que sete anos, contra o sarampo, e menores de cinco anos, contra a pólio.

Monich destaca que qualquer criança nesta faixa etária, mesmo quem já participou de outras campanhas, deve se vacinar novamente. “A vacina pode não ter dado resposta, por isso é bom tomar novamente”, comenta. A última vacinação contra o sarampo no Brasil aconteceu em 2004 e a da pólio já está na sua segunda etapa, sendo que a primeira foi realizada em junho deste ano. A vacina do sarampo estará disponível até o dia 26 de agosto e a da pólio pode ser encontrada nas unidades de saúde até o dia 16 de setembro.

Pólio e Sarampo

A poliomelite é uma doença infecto-contagiosa viral conhecida também como paralisia infantil, que já deixou centenas de pessoas dependentes de cadeiras de rodas no Brasil. Já o sarampo, também viral, causa complicações respiratórias e é responsável pela morte de mais de 160 mil crianças no mundo todos os anos. Segundo Monich, a vacina do sarampo, além de ser gratuita na rede pública e evitar a mortalidade provocada pela doença, imuniza contra a rubéola e a cachumba.

 

Metas

Florianópolis

Poliomelite: 100% das 24.209 crianças

Sarampo: 100% das 28.157 crianças

Biguaçu

Poliomelite: 95% das 3.907 crianças

Sarampo: 95% das 4.794 crianças

São José

Poliomelite: 100% das 13.255 crianças

Sarampo: 100% das 15.487 crianças

 

Serviço

O quê: Dia D da vacinação contra Poliomelite e Sarampo

Quando: Sábado, 13/08

Horário: 8h às 17h

Onde: Centros de saúde e postos volantes situados em pontos estratégicos da cidade

Público: crianças menores de sete anos

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade