Publicidade
Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 17º C

Forte chuva causa alagamentos, deslizamentos e elevação de nível em rios de Santa Catarina

Defesa Civil emitiu novo alerta às 21h23 para o risco de alagamentos pontuais nas regiões Litoral Sul, Planalto Sul, Vale do Itajaí, Planalto Norte e Grande Florianópolis

Redação ND
Florianópolis
03/09/2018 às 22H55

A forte chuva que vem caindo sobre Santa Catarina nesta segunda-feira (3) vem causando alagamentos, elevação de nível em rios e já resultou na abertura de abrigos, de forma preventiva, em Rio do Sul, no Vale do Itajaí. Além disso, no fim da noite, provocou deslizamentos em Florianópolis, São João Batista e Ibirama.

Em São João Batista o deslizamento provocou a queda de um muro, por volta das 20h, fazendo com que uma casa precisasse ser interditada preventivamente. O muro atingiu apenas um veículo. Quatro pessoas ficaram desalojadas.

Os primeiros deslizamentos na Capital ocorreram por volta das 22h. Conforme a Defesa Civil, eles ocorreram na Costeira do Pirajubaé e em Capoeiras. Às 22h30, o Corpo de Bombeiros e equipes da Defesa Civil estavam no local avaliando a situação. Segundo informações preliminares, não houve danos materiais.

A Defesa Civil também foi chamada para atender três pequenos deslizamentos em Ibirama. Às 21h23, o órgão emitiu um novo alerta para o risco de alagamentos pontuais nas regiões Litoral Sul, Planalto Sul, Vale do Itajaí, Planalto Norte e Grande Florianópolis.

Deslizamento fez com que muro atingisse carro em São João Batista  - Defesa Civil/Divulgação/ND
Deslizamento fez com que muro atingisse carro em São João Batista  - Defesa Civil/Divulgação/ND


Alagamentos e trânsito alterado

Em Florianópolis, a PMRv registrou também diversos pontos de alagamento na SC-401 e na SC-405, especialmente no Rio Tavares, tanto nas pistas de sentido bairro-centro quanto centro-bairro. Os alagamentos foram registrados mais intensamente entre os km 1 e 3 da SC-405. Por volta das 22h, a chuva já havia parado e não havia registro de acidentes.

Por volta das 22h15 havia relatos de grande quantidade de águas em pistas das avenida Beira-Mar e Madre Benvenuta.

Até as 22h, o Corpo de Bombeiros não havia sido acionado para atender nenhuma ocorrência de alagamento na Capital e a PRF (Polícia Rodoviária Federal) não havia registrado pontos de alagamento na BR-101 e na BR-282, na Grande Florianópolis. No entanto, a chuva aumentou consideravelmente o número de acidentes ocorridos nas rodovias federais da região. Nenhum deles, no entanto, provocou alterações no trânsito de relevância.

De acordo com a Defesa Civil do Estado, o nível do rio Itajaí-Açu, em Rio do Sul, chegou a 6,54 m no fim da tarde. Ao longo da noite, o nível do rio subiu ainda mais. Às 20h chegou a 6,72 m e às 21h passou 6,82 m. Já às 22h chegou a 6,92 m.

A previsão é de que 120 famílias sejam retiradas de áreas de risco quando o nível alcançar 7 metros. Elas serão encaminhadas para abrigos, localizados nos bairros Bela Aliança e Progresso. De acordo com a previsão, o nível deve chegar a 7,50 m. Equipes do Corpo de Bombeiros de Lages e de Curitibanos estão em alerta, para a necessidade de uma força-tarefa em qualquer emergência. 

Até as 22h não havia áreas inundadas em Rio do Sul, mas a Defesa Civil já havia registrado alagamentos em uma rua, devido a insuficiência da drenagem. Neste horário não havia informações de desalojados e desabrigados.

Segundo dados da Epagri/Ciram, os maiores acumulados de chuva no período de 72 horas, registrados até as 17h20 desta segunda, foram em Blumenau (184 mm), Fraiburgo (137 mm) e Caçador (135 mm).

Ainda conforme a Defesa Civil de Santa Catarina, as sete comportas da barragem de Taió permaneciam fechadas às 22h, além de três das cinco comportas da barragem de Ituporanga. Apenas 20% da capacidade de armazenamento dos reservatórios estão sendo utilizados. Qualquer emergência deve ser informada à Defesa Civil pelo telefone 199.

Previsão para os próximos dias

Esta segunda-feira (3) começou com chuva e tempo encoberto em todo o Estado e, principalmente no interior, com temperaturas mais baixas. Para o decorrer da semana, a previsão do tempo da Epagri/Ciram indica tempo encoberto, com aberturas de sol ao longo do dia, exceto na quarta-feira (5), que será firme e ensolarada. As temperaturas tendem a ficar mais baixas até quinta-feira (6).

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade