Publicidade
Terça-Feira, 18 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Corpo de Bombeiros recebe novos equipamentos, incluindo câmara hiperbárica, em SC

Também nesta segunda-feira a corporação realizou a formatura de alunos do curso básico de atendimento a emergências

Redação ND
Florianópolis
25/06/2018 às 20H57

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina recebeu nesta segunda-feira (25) novos equipamentos, que visam ainda mais eficiência no atendimento e proteção à população. O comandante-geral, coronel BM João Valério Borges, recebeu do governador Eduardo Pinho Moreira (MDB) uma câmara hiperbárica, a primeira no Brasil em corporações de Bombeiros, além de um caminhão e três embarcações de busca e resgate.

A câmara hiperbárica é utilizada em ocorrências de incêndio em que a vítima tenha sido intoxicada pela aspiração de monóxido de carbono - James Tavares/Secom/Divulgação/ND
A câmara hiperbárica é utilizada em ocorrências de incêndio em que a vítima tenha sido intoxicada pela aspiração de monóxido de carbono - James Tavares/Secom/Divulgação/ND


Durante a solenidade, no GBS (Grupamento de Busca e Salvamento), em Florianópolis, também foi realizada a formatura de 57 alunos do curso básico de atendimento a emergências. “A formatura, essa capacitação, é de extrema importância para que esses cidadãos possam orientar a sociedade em situações de acidentes e sinistros. Santa Catarina é destaque no voluntariado, por isso a formação destes homens de mulheres em servir e ajudar o próximo é algo que tem que ser incentivado e reconhecido”, disse o governador.

A câmara hiperbárica é utilizada em ocorrências de incêndio em que a vítima tenha sido intoxicada pela aspiração excessiva de monóxido de carbono ou, ainda, no treinamento e reabilitação na área de salvamento aquático. Com o equipamento, a vítima ou os bombeiros é submetida a condições ideais de oxigênio e pressão para que possa ser rapidamente reabilitada. A câmara foi montada dentro de um contêiner, podendo ser transportada para as cenas das ocorrências.

Já o caminhão auto-bomba tanque e resgate, conforme o comandante, conta com o que há de mais atual na indústria nacional no que se refere a combate a incêndios e resgate. Já as três embarcações de busca e salvamento têm autonomia de operação de mais de cinco horas, possibilitando seu emprego em distâncias de até 20 milhas náuticas a partir da costa (cerca de 37 km). Foram construídas por empresa catarinense.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade